Home » Pernambuco » JOÃO LYRA, A INCERTEZA NO ANÚNCIO DO PSB

JOÃO LYRA, A INCERTEZA NO ANÚNCIO DO PSB

Depois de uma disputa interna “intriguenta” entre os pretendentes e uma solução traumática, o governador Eduardo Campos e o PSB – ladeados por partidos da Frente Popular – apresentam oficialmente, hoje, às 12h, em um hotel de Boa Viagem, a chapa para a disputa sucessória em Pernambuco – secretário da Fazenda, Paulo Câmara (PSB) ao governo, deputado federal Raul Henry (PSDB) na vice e o ex-ministro da Integração, Fernando Bezerra Coelho (PSB) ao Senado – debaixo de uma expectativa que pode durar até a hora do ato. A dúvida é se o vice-governador João Lyra Neto (PSB), preterido na disputa, vai participar e anunciar o engajamento na campanha de Câmara.
Especulações de bastidores apontam para três opções: acata a escolha e sobe sem entusiasmo no palanque; cuidará só do governo pós-saída de Eduardo; ou renuncia ao mandato para ser candidato a deputado federal. A última hipótese seria a mais incômoda para Eduardo, o PSB e a Frente. Segundo na ordem de sucessão, assumiria o presidente da Assembleia Legislativa, Guilherme Uchoa (PDT), um conservador, com práticas questionadas na Casa, que está no quarto mandato na presidência da Alepe. Um perfil que contraria o discurso presidencial de Eduardo de “nova política”.

Subscribe
Notify of

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments