Home » Sem categoria (Page 3)

Category Archives: Sem categoria

Prefeito de Iguaracy inaugura Unidade Básica de Saúde na Comunidade da Caatingueira .

A comunidade da Caatingueira amanheceu nesta quinta-feira (13) em clima de festa e de muita alegria, pois a UBS era uma necessidade da comunidade e dos sítios vizinhos. Os atendimentos disponíveis no antigo posto eram insatisfatórios em relação as necessidades da população. Desde que assumiu a gestão, a atual administração municipal já tinha o interesse de transformar o Posto de Saúde em UBS, porém, a tarefa não seria nada fácil, pois além da autorização do Ministério da Saúde, havia a necessidade de toda uma estruturação em profissionais e equipamentos para realizar o sonho.

Os profissionais que atuarão na UBS são compostos por médico, enfermeiro, técnico em enfermagem, dentista, técnico em saúde bucal, auxiliares de serviços gerais e agentes de saúde entre outros. A equipe estará capacitada para resolver a maior parte dos motivos que levam crianças, adolescentes, jovens, adultos e idosos a procurarem um médico.

Através da UBS, a população poderá ter acesso a ações de promoção, prevenção e tratamento relacionadas a saúde da mulher, da criança, saúde mental, planejamento familiar, prevenção a câncer, pré-natal e cuidado de doenças crônicas como diabetes e hipertensão.

Veja alguns serviços que serão oferecidos:
– Fazer curativos
– Fazer inalações
– Tomar vacinas
– Coletar exames laboratoriais
– Ter tratamento odontológico
– Receber medicação básica
– Ser encaminhado para atendimentos com especialistas.

Além da entrega da nova UBS, a atual gestão já havia feito a entrega também de uma ambulância, que está sendo utilizada para o deslocamento dos pacientes da comunidade quando necessário, além de também servir aos profissionais em suas visitas domiciliares a pacientes acamados. A gestão pretende ainda melhorar o espaço físico da unidade para melhor acomodar os profissionais e a população.

Uma Unidade Básica de Saúde (UBS) é a porta de entrada preferencial do Sistema Único de Saúde (SUS). O objetivo de um posto avançado como este da Caatingueira é de atender até 80% dos problemas de saúde da população, sem que haja a necessidade de encaminhamento para outros serviços, como emergências e hospitais.(Fotos e Informações ASCOM)

Fernando Monteiro fala sobre andamento de votações no Congresso

Em entrevista à rede de televisão Record News na noite da última quarta-feira (12), o deputado federal Fernando Monteiro (PP-PE) conversou sobre temas em andamento no Congresso Nacional, incluindo a derrubada de vetos do presidente Jair Bolsonaro, entre eles, os que evolvem o novo Marco Legal do Saneamento, que devem ser votados na próxima semana. As discussões em torno das reformas administrativa e tributária também foram destacadas.

É preciso que os debates amadureçam, com o Congresso e a Presidência da República juntos pelo mesmo objetivo. Um ano e meio é pouco tempo, mudanças ainda são possíveis. Vejo um clima de construção e de diálogo”, resumiu Fernando Monteiro. O deputado reafirmou que é necessário que exista humildade e capacidade de se escutar todos os lados envolvidos, “afinal, ninguém é dono absoluto da razão”. Ainda de acordo com o parlamentar, sua expectativa é de que avanços concretos sobre a reforma administrativa ocorram até fevereiro.

O deputado federal também disse defender que o Congresso conte com ao menos duas reformas paralelas em andamento, o que permitiria prazos maiores para o aprofundamento dos pontos de cada projeto. Como exemplo, citou as mais de 50 audiências realizadas para a construção do novo marco do saneamento que, segundo ele, “permitiram o conhecimento necessário para a construção de um projeto embasado”.

NOVO MARCO DO SANEAMENTO
Fernando Monteiro reiterou sua preocupação com o acesso à água e esgoto pelas cidades brasileiras e disse acreditar que os vetos ao projeto serão derrubados. “Só assim conseguiremos avanços significativos nos próximos 30 anos. Existem capitais do Nordeste que precisam de mais de R$ 2 bilhões numa obra de drenagem que será utilizada cinco vezes ao ano, por exemplo. Neste caso, serão necessários recursos da União, municipais ou estaduais. Precisamos ter esta visão de parceria entre o público e o privado”, afirmou.

Afogados da Ingazeira apresenta 07 novos casos decovid-19 nesta quinta-feira

A Prefeitura de Afogados da Ingazeira informa que nesta quinta (13), foram detectados 07 novos casos de covid-19 em nosso município. Desses, 04 já estavam em investigação.

Tratam-se de 01 paciente do sexo masculino (57 anos) e 06 pacientes do sexo feminino (29, 57, 60, 62, 66 e 78 anos). O homem é profissional da Saúde. Já entre as mulheres: 02 são autônomas, 02 são aposentadas, 01 estudante e 01 comerciante.

Entram em investigação 07 pacientes do sexo feminino, com idades entre 11 e 61 anos, e 05 pacientes do sexo masculino, com idades entre 20 e 56 anos.

Hoje tivemos 36 casos descartados após os pacientes apresentarem resultados negativos para covid-19.

Já são 201 (80%) pacientes recuperados para covid-19 em nosso município.

Atualmente, 43 casos estão ativos em Afogados da Ingazeira.

Hoje o município atingiu a marca de 2.206 pessoas testadas para a covid-19.

PSB anuncia apoio à pré-candidatura de Daniel Alves (MDB) à Prefeitura de Jaboatão dos Guararapes

O PSB oficializou, na tarde desta quinta-feira, 13, apoio à pré-candidatura de Daniel Alves (MDB) à Prefeitura de Jaboatão dos Guararapes. O anúncio da aliança foi feito pelo presidente do partido em Pernambuco, Sileno Guedes, na sede do diretório estadual do MDB, no Recife.

Assim como em Jaboatão dos Guararapes, o PSB e o MDB vão caminhar juntos na capital pernambucana. “É um apoio que fortalece e destaca a nossa pré-candidatura à Prefeitura de Jaboatão. Uma aliança muito importante para resgatarmos Jaboatão das mãos de quem não ama a cidade. Esse apoio nos deixa mais confiante que dias melhores virão para os jaboatonenses”, afirmou Daniel Alves.

Silvio Costa Filho discute reforma tributária com secretário da Fazenda de PE, Décio Padilha

O deputado federal Silvio Costa Filho (Republicanos) se reuniu, nesta quinta-feira (13), com o secretário da Fazenda de Pernambuco, Décio Padilha, para discutir as propostas do Comitê Nacional de Secretários da Fazenda (Comsefaz) para a reforma tributária. No encontro, Padilha apresentou ao parlamentar os detalhes da emenda 192, contribuição do Comitê às PECs que tramitam no Congresso Nacional. A proposta do Comitê prevê a manutenção da carga tributária, sem ocasionar um eventual aumento, sendo possível através da simplificação dos tributos da União (IPI, PIS e Cofins), do Estado (ICMS) e dos municípios (ISS) no Imposto sobre Bens, Direitos e Serviços (IBS). A medida também visa criar uma legislação nacional única, reduzindo a complexidade do sistema tributário e melhorando o ambiente de negócios; melhorar a distribuição de riqueza, levando a contribuição da origem para o consumo; findar a política de benefício fiscal; combater a regressividade e manter o funcionamento da Zona Franca de Manaus.

Silvio afirma que a proposta apresentada pelos secretários dialoga com a que está sendo discutida no Congresso. “O secretário Décio tem desempenhado um papel fundamental na discussão do tema no âmbito nacional e junto ao Comsefaz na construção da melhor proposta. Infelizmente, já pagamos uma alta carga tributária, que representa mais de 33% do Produto Interno Bruto, 23% acima da média dos países da América Latina. São mais de 27 legislações de ICMS, mais de 200 legislações de ISS. Isso cria, infelizmente, um manicômio tributário e engessa a economia do Brasil. A proposta do Comitê se aproxima da PEC 45, que propõe substituir o IPI, PIS, Cofins, ICMS e ISS por um tributo federal, simplificando a forma de arrecadação ao IBS. Além disso, a sugestão traz a devolução de uma parcela da contribuição para quem mais precisa”, destacou Silvio.

“Temos um sistema tributário com muitas legislações, decretos, portarias e instruções normativas. Por isso, é fundamental avançar em uma reforma que não aumente a carga tributária no Brasil. O deputado Silvio Costa Filho tem colaborado para construção de uma reforma que atenda às necessidades de equilíbrio fiscal do País, focada na simplificação dos tributos e na defesa dos entes federativos”, declarou Padilha. A expectativa é que Silvio Costa Filho e Décio Padilha participem de um encontro, nos próximos dias, com o relator da Comissão Especial da Reforma Tributária, deputado Aguinaldo Ribeiro, para tratar sobre a proposta da Comsefaz. “Com a aprovação da reforma tributária, não tenho dúvida de que vamos voltar a crescer, gerar emprego e renda para a população e atrair o investidor internacional e nacional”, frisou Silvio.

Governo de Pernambuco anuncia liberação de mototáxi e lutas marciais e prorroga suspensão das aulas 

O Governo de Pernambuco, por decisão do Gabinete de Enfrentamento à Covid-19, anunciou, nesta quinta-feira (13.08), a liberação de mototáxis e da prática de artes marciais com novos protocolos em todo o Estado a partir da próxima segunda-feira (17). A regulamentação do transporte público de passageiros em motocicleta, entretanto, estará a cargo das prefeituras. Também foi anunciada a prorrogação do decreto que suspende as atividades presenciais da educação básica e ensino superior até o dia 31 de agosto.

Os municípios que liberarem a volta dos mototáxis deverão obedecer aos novos protocolos de segurança, para impedir o aumento do risco de exposição à Covid-19. Entre as medidas está o fornecimento de toucas descartáveis aos passageiros e álcool em gel 70% para higienização das mãos antes de manipular equipamentos de proteção; limpeza com álcool 70% do capacete dos passageiros, dos punhos (manopla), das alças de apoio do garupa e assentos da moto na presença de cada novo passageiro; e uso pessoal do capacete para o motorista.

Também será obrigatória a utilização de máscaras para condutores e passageiros durante o trajeto e a viseira do capacete deve permanecer fechada para evitar que o vento traga sujeira ou partículas que os obriguem a tocar os olhos e outras partes do rosto. Além disso, o condutor deve manter um distanciamento entre mototaxistas de 1 metro e meio (1,5m), nos pontos ou onde as motos pararem.

Com relação à volta da prática de lutas marciais, o secretário de Educação e Esportes, Fred Amancio, relembrou que atividades esportivas de modalidades individuais estavam liberadas ao ar livre desde o dia 6 de julho, mas tinha como exceção as lutas marciais. “Agora, vamos dar mais esse passo e, a partir da próxima segunda-feira, a prática está liberada. As medidas específicas devem ser publicadas nos próximos dias”, afirmou.

SAÚDE – O secretário estadual de Saúde, André Longo, afirmou que nenhuma das macrorregiões irá avançar no Plano de Convivência com a Covid-19. “O nosso comitê resolveu adotar cautela e, por isso, vamos observar por mais uma semana a evolução dos dados epidemiológicos da doença em Pernambuco”, explicou. Desta forma, a Macrorregião I, que compreende a Região Metropolitana do Recife (RMR) e Zona da Mata, permanece na Etapa 7; as Macrorregiões 2 e 3 continuam na Etapa 6. A Macrorregião 4 está dividida: a 7ª Gerência Regional de Saúde, com sede em Salgueiro, e a 8ª Gerência Regional de Saúde, sediada em Petrolina, continuam na Etapa 5. Já as cidades pertencentes à 9ª Gerência Regional de Saúde permanecerão na Etapa 4, com exceção de Araripina e Ouricuri, municípios que seguem na Etapa 2 até o próximo dia 16 de agosto.

Confira aqui as Gerências Regionais de Saúde: http://portal.saude.pe.gov.br/secretaria-executiva-de-coordenacao-geral/gerencias-regionais-de-saude

João Campos: Arraes e Eduardo tiveram uma vida forjada na luta popular e na defesa da democracia

Nesta quinta-feira, 13 de agosto, em homenagem à memória dos ex-governadores de Pernambuco, Miguel Arraes e Eduardo Campos, o deputado federal João Campos (PSB-PE) fez discurso na sessão plenária virtual da Câmara. João, que é bisneto de Arraes e filho de Eduardo, destacou as posições assumidas em suas trajetórias. “Quis o destino que eles fossem ao encontro de Deus no mesmo dia. Ambos tiveram uma vida forjada na luta popular e marcaram suas histórias como defensores da democracia”, ressaltou o parlamentar, neste dia em que os dois faleceram.

João ressaltou o caráter visionário de Arraes e Eduardo. “Foram homens que enxergaram para além do seu tempo e que lutaram incansavelmente para combater a desigualdade social, o principal flagelo da nossa sociedade”, afirmou, acrescentando que o momento desafiador exigiria a participação de figuras históricas com a dimensão e a coragem deles.

Os ex-governadores, que também foram deputados federais, eram conhecidos pela capacidade de diálogo. Doutor Arraes, como era chamado pelos camponeses, tornou-se um mito no estado e virou referência nacional pelo Acordo do Campo, onde colocou na mesa de discussão usineiros e canavieiros para negociarem a implantação de relações de trabalhistas mais justas.

Eduardo criou pontes com todas as vertentes políticas de Pernambuco em nome de um desenvolvimento que foi além das questões econômicas para atender principalmente aos anseios dos menos favorecidos, melhorando consideravelmente indicadores sociais nas diversas áreas, com destaque especial para a educação, onde o estado saiu da 21ª para a 1ª posição no ranking do Ideb para o Ensino Médio.

João lamentou o fato de segmentos e alguns políticos do Brasil desconstruírem pontes a cada dia. “No lugar dessas pontes, estão se erguendo muros, segregando, agindo com preconceito e divisão”, pontua. Para o socialista, esse é o momento de intensificar a defesa da política como instrumento de diálogo e transformação social. “No dia de hoje, eu jamais celebraria o luto e a tristeza. Faço referência à memória viva e altiva de duas figuras políticas que mudaram a nossa sociedade. Os ensinamentos permanecem e seguimos aprendendo”, concluiu, lembrando que os seus legados pertencem ao povo pernambucano e brasileiro.

HOMENAGEM DO LÍDER DO PSB

O líder do PSB na Câmara, deputado federal Alessandro Molon (RJ), também fez questão de fazer um pronunciamento enaltecendo os exemplos de Arraes e Eduardo. “Dois grandes nomes que fazem muita falta à política do país. Em tempos de polarização, certamente estariam incansavelmente construindo pontes para unir os brasileiros. Em tempos de ataques aos direitos do povo, certamente estariam na linha de frente para defender aqueles que mais precisam”, frisou.

Sementes do nosso futuro

Paulo Câmara
Governador de Pernambuco

“Doutor Arraes não vai ser enterrado. Vai ser plantado”. A frase, dita por um humilde homem do campo em meio à multidão que acompanhava o sepultamento de Miguel Arraes, em 13 de agosto de 2005, define bem o nosso saudoso ex-governador, assim como cabe perfeitamente também para seu neto Eduardo Campos, falecido em 13 de agosto de 2014. Exatos nove anos separam o desaparecimento desses dois grandes homens públicos que, na singela definição daquele camponês, transformaram-se em valiosas sementes para o futuro.

Arraes e Eduardo não eram iguais em tudo. Até pela diferença de idade, avô e neto tinham visões de mundo diferentes, assim como diferentes estilos de governar e de fazer política. É indiscutível, porém, que partilhavam de um mesmo sonho de justiça social, de igualdade, da paixão por servir ao seu povo. É impossível ignorar o imenso legado que deixaram para Pernambuco e o exemplo de gestores que deram ao Brasil. Foi com essa mesma afinação que Arraes e Eduardo lideraram e consolidaram o PSB como partido sintonizado com os anseios populares e sempre atento à preservação dos direitos e liberdades dos trabalhadores brasileiros.

Diversas ações notáveis, como o Acordo do Campo – marca da sua primeira gestão – e programas como o Chapéu de Palha, Eletrificação Rural, Vaca na Corda, executados no segundo e terceiro governos, revelaram os estreitos laços de Miguel Arraes com os mais pobres, aqueles a quem ele chamava de “descamisados”. Acima de rótulos e críticas, o ex-governador ensinava que o mais importante é a prática política justa, a posição firme ao lado dos mais necessitados e o foco na defesa dos reais interesses da Nação.

Em 2006, quando os pernambucanos lhe garantiram nas urnas a oportunidade de continuar o trabalho do avô, Eduardo Campos se mostrou um líder combativo e um gestor dedicado, com uma ampla percepção desenvolvimentista. Programas sociais como o Pacto pela Vida – que reduziu drasticamente a violência no Estado – e o Mãe Coruja, premiado internacionalmente pelo combate à mortalidade neonatal e materna, são apenas alguns dos muitos exemplos da sua sensibilidade e atenção para com o povo.

Da mesma forma, os tantos projetos estruturadores que executou ao longo de suas duas gestões revelaram sua arrojada visão de futuro, construindo um Pernambuco moderno e atrativo para centenas de novos investimentos, que alavancaram nossa economia e nosso mercado de trabalho. Eduardo transformou o estado em um celeiro de negócios, dando exemplo ao Brasil. Não restam dúvidas de que, não houvesse ele sido levado de nós tão cedo, muito ainda teria a contribuir para o desenvolvimento do país.

Para nós, muito mais que orgulho, é uma honra fazer parte dessa história, poder dar continuidade ao trabalho iniciado por Arraes e Eduardo e ir adiante, buscando diariamente inspiração nos seus legados, na sua sensibilidade e capacidade de gestão. Trabalhar de forma incansável por um futuro cada vez melhor para Pernambuco é a maior homenagem que podemos prestar à memória desses nossos dois grandes líderes.

opiniao.pe@diariodepernambuco.com.br

Sebastião Oliveira falará de saúde em evento nacional do Avante

“Saúde em tempos de Pandemia” é o tema da palestra que o médico e deputado federal Sebastião Oliveira vai ministrar, no próximo sábado (15), durante o 1º Congresso Virtual Avante. A iniciativa foi idealizada pela Executiva Nacional da legenda, que é presidida pelo deputado federal mineiro Luiz Tibé, e focará as Eleições 2020.

“A Covid-19 impôs uma nova realidade a todos nós. Muitas adaptações foram necessárias e devemos estar sempre preparados para conviver com as mudanças, principalmente as que são relacionadas com a saúde. O nosso bem maior é a vida. Devemos proteger as nossas e a das outras pessoas”, destacou Sebastião Oliveira.

Além da área de saúde, o evento virtual abordará temas importantes, como direito eleitoral, oratória e prestação de contas.

‘Direto Penal na Pandemia’ na live desta quinta-feira (13) com o advogado Ricardo Siqueira