Home » Artigos postados por Junior Finfa (Page 2002)

Author Archives: Junior Finfa

FERRO: “CANDIDATURA DE EDUARDO FALIU”

Deputado federal pelo PT, Fernando Ferro afirmou nesta segunda-feira (11) que a candidatura do presidenciável Eduardo Campos (PSB) “faliu”. De acordo com o petista, o líder do PSB está sem base eleitoral nos três principais Estados do País e, por isso, seria “muita pretensão” do ex-governador em pensar que “conseguirá êxito nas eleições”.

“A candidatura de Eduardo Campos faliu. Essa já foi para o sal. Ela não tem condições. Ele não tem apoio. Não tem sustentação no Rio (de Janeiro), não tem candidato em São Paulo, não tem candidato em Minas (Gerais). Quem não tem base eleitoral nesses três Estados, e agora faltando um mês e pouco para a eleição acha que vai criar, é muita pretensão”, disparou o parlamentar, em entrevista à Rádio Folha FM 96,7.

Ferro comparou a candidatura de Campos com a do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e ainda disse que a postulação do líder do PSB é “um instrumento” para ajudar o senador Aécio Neves (PSDB) em um eventual segundo turno.

“Nós disputamos três eleições com o presidente Lula, que é a liderança que é. Compara Lula com Eduardo Campos pra ver se ele tem condições de reverter um quadro desses? Ele não tem estatura política que tinha Lula. A história política que tinha Lula. Não tinha o partido que tem Lula, por isso acho que é muita pretensão mesmo, muita arrogância, achando que é o cara que poderia fazer isso”, disse.

“Lamentavelmente, um ex-aliado nosso é um instrumento dos tucanos para ver se dá segundo turno. E, olha, nós temos informações que há de continuar essa pisada não vai ter segundo turno”, completou o petista. (Blog da Folha)

DÉCIMA EDIÇÃO DO FESTIVAL ALDEIA DO VELHO CHICO

 A décima edição do Festival de Artes do Vale do São Francisco – Aldeia do Velho Chico, entra na última semana apresentando uma programação bastante diversificada, com espetáculos teatrais, música, circo, dança, literatura, cinema, fotografia, gastronomia e oficinas.

Prometendo muito movimento até o próximo sábado (16), o festival prossegue nesta segunda-feira, às 15h, no espaço cultural Janela 353 com a proposta Tecendo Ideias, que vai reunir os escritores Marcelino Freire e Bruno Liberal com a mediação de Cátia Cardoso. Depois, a Praça do Bambuzinho recebe às 18h, o espetáculo Gonzaga – Da Nascente a Foz, apresentado pelo  grupo JaRô Produções e Entretenimento (Paulo Afonso – BA).Neste mesmo horário, o espaço cultural Janela 353 vai exibir o documentário SP – Solo Pernambucano e às 20h, o Teatro Dona Amélia abre as cortinas para o espetáculo Proibido Elefantes, com o grupo  Giradança, de Natal –RN.
                                                                          Terça-feira
A última terça-feira da décima edição do Festival Aldeia do Velho Chico, começa às 15h, na Sala de Teatro do Sesc Petrolina com mais um encontro Tecendo Ideias, desta feita com o tema Desenho da Observação ao Imaginário, reunindo Valeria Rey  Solto e Zé de Rocha sob a mediação de André Vitor Brandão. Na sequência, o grupo Cadinho de Prosa lança às 17h, no espaço Janela 353 o livro Carranca Cartonera e às 18h, Marcelino Freire faz o recital Ossos do Ovídeo. Enquanto isso no Bambuzinho quem sobe ao palco da praça é a Cia Soul Dance (Salgueiro – PE), com o espetáculo Maria Colombina e Zé Pierrot. E a noite se completa às 20h, com o grupo Giradança encenando no Teatro Dona Amélia o espetáculo Sobre Todas as Coisas.
                                                                         Quarta feira
A proposta Tecendo Ideias, abre as atividades da quarta-feira (13), às 15h, na Biblioteca do Sesc com o pessoal do grupo Giradança e a mediação de André Vitor Brandão, debatendo o tema Acessibilidade nas Artes. Entre 17h e 18h, a pedida é conferir no espaço Janela 353 a Cia Gente Falante, de Porto Alegre – RS, apresentando o espetáculo do Palco Giratório, Louça Cinderella. De volta ao Bambuzinho, a Cia de Dança do Sesc mostra às 18h, o espetáculo Eu Vim da Ilha e no Teatro Dona Amélia, a Tribo de Atuadores Ói Nóis Aqui Traveiz (Porto Alegre – RS), apresenta às 20h, o espetáculo Desmontagem Evocando os Mortos – Poéticas de Ousadia e Ruptura.
                                                                        Quinta-feira
Na quinta-feira, o Tecendo Ideias coloca em pauta o tema Das Histórias dos Grupos à História do Teatro. O bate-papo começa às 15h na Sala de Teatro do Sesc e reúne o pessoal da Tribo de Atuadores Ói Nóis Aqui Traveiz e Teatro Popular de Arte – TPA, de Petrolina – PE, com a mediação de Thom Galiano. A tarde cultural continua às 16h, no espaço Janela 353 com o lançamento do livro Tribo de Atuadores Ói Nóis Aqui Traveiz e às 17h, tem a Mostra Vale Curtas seguida de uma conversa sobre a produção de curtas-metragens no Vale do São Francisco. A Aldeia apresenta às 18h na Praça do Bambuzinho o espetáculo Catavento, com o Coletivo Trippé (Petrolina – PE) e às 20h no Teatro Dona Amélia, o espetáculo Jogos na Hora da Sesta, com o grupo Ninho de Teatro (Crato – CE).

A programação é gratuita, exceto os espetáculos no Teatro Dona Amélia, que custam R$ 5 e R$ 10. Para saber mais, consulte o site www.sescpe.com.br/aldeiachico. Informações sobre inscrições e compra de ingressos também poderão ser obtidas pelo telefone (87) 3866-7480 ou (87) 3866-7454.

AÉCIO PROMETE ENXUGAR MINISTÉRIOS E FAZER GOVERNO ‘COM PREVISIBILIDADE’

O candidato Aécio Neves (PSDB) afirmou nesta segunda-feira durante entrevista ao Jornal Nacional que, se eleito, o governo terá “previsibilidade”. “Ninguém espere no governo Aécio Neves um pacote A, um PAC disso, um PAC daquilo ou algum plano mirabolante”, afirmou.

(Veja a íntegra e leia a transcrição da entrevista em “Aécio Neves é entrevistado no Jornal Nacional”.)

O candidato foi indagado se, caso eleito, tomará medidas para acabar com a defasagem nos preços das tarifas de energia elétrica e gasolina. “É óbvio que vamos ter que viver um processo de realinhamento desses preços. Quando e como? Obviamente quando você tiver os dados sobre a realidade do governo é que você vai estabelecer isso. Eu não vou temer tomar aquilo que seja necessário – as medidas necessárias – para controlar a inflação, retomar o crescimento e principalmente a confiança perdida no Brasil”, declarou.

Os candidatos à Presidência da República que ocupam as quatro primeiras posições nas pesquisas de intenção de voto concederão nesta semana entrevistas de 15 minutos cada um ao JN. Nesta terça (12), será a vez de Eduardo Campos (PSB); na quarta (13), a de Dilma Rousseff (PT); e, na quinta (14), a de Pastor Everaldo (PSC). A ordem das entrevistas foi definida por sorteio, com a presença de representantes dos partidos. Foram escolhidos para as entrevista os candidatos com pontuação igual ou superior a 3% nas mais recentes pesquisas dos institutos Ibope e Datafolha.

Na entrevista, Aécio Neves reiterou que pretende “enxugar” o estado, com a redução do número de ministérios – atualmente, o governo federal tem 39 pastas.

Na área social, o candidato do PSDB disse que dará continuidade ao Bolsa Família, para aprimorar o programa. “Eu não só vou continuar com o Bolsa Família, como eu quero que, além da privação da renda, as pessoas que o recebem possam ter uma ação do Estado para que outras carências, de saneamento, de educação, de segurança, possam também ser sanadas”, afirmou.

Ele também foi indagado sobre denúncias de corrupção no PT e no PSDB e sobre o caso do aeroporto construído em área desapropriada no município de Cláudio (MG) que pertenceu a um tio-avô dele.

Aeroporto
Sobre o aeroporto, foi indagado se não ficava constrangido de usar um aeroporto construído pelo governo do Estado para visitar uma fazenda da família.
“Eu visitei praticamente todos os aeroportos de Minas Gerais, trabalhando como governador do estado. E o fato central é esse, que a Anac [Agência Nacional de Aviação Civil], porque muito aparelhada hoje, nós sabemos a origem das indicações da Anac, durante três anos não conseguiu fazer o processo avançar e homologar o aeroporto”, respondeu.

O candidato também foi questionado sobre se vale mais uma fazenda com aeroporto ao lado ou uma fazenda sem aeroporto ao lado. “Essa fazenda a que você se refere é uma fazenda que está na familia há 150 anos, tem lá 14 cabeças de gado. Essa é a grande fazenda. É um sitio, que valorizado ou não, é um sítio onde a minha família vai eventualmente nas férias. Ali, ninguém está fazendo negócio. Essa cidade precisava desse aeroporto como todas as outras que tiveram investimento em Minas Gerais”, respondeu.

Segundo Aécio, se houve algum prejudicado com o episódio, “foi meu tio-avô”. “O estado avaliou em R$ 1 milhão. Ele [o tio-avô] pediu R$ 9 milhões [pela desapropriação] e não recebeu um centavo até hoje”, disse.

Corrupção
O candidato, um crítico do caso do mensalão do PT, foi perguntado sobre a diferença entre esse escândalo e o caso do mensalão do PSDB.

“A diferença é enorme porque no caso do PT houve condenação”, afirmou o presidenciável tucano, ressaltando que a maioria dos réus estão presos.
Ele disse que não prejulgou os petistas e, por isso, não iria prejulgar tucanos envolvidos em denúncias de corrupção. “O que eu posso garantir é que, no caso do PSDB, se alguém eventualmente for condenado, não será, como foi no PT, tratado como herói nacional, porque isso deseduca”, afirmou, em referência a petistas que defendem filiados do partido condenados e presos.

DILMA SANCIONA A LEI DAS GUARDAS MUNICIPAIS

A presidenta Dilma Rousseff sancionou nesta segunda-feira o Estatuto Geral das Guardas Municipais que foi aprovado pelo Senado no mês passado.

A nova Lei, que tomou o número 13.022/14 e contou com o apoio do líder do PT no Senado, Humberto Costa (PE), insere as guardas municipais no sistema nacional de segurança pública, dá a esses profissionais o poder de polícia, com incumbência de proteger tanto o patrimônio como a vida das pessoas, garante a eles o porte de arma e reforça o seu papel na fiscalização do trânsito.

“É mais uma ação do governo da presidenta Dilma em favor da segurança pública em nosso país. É, também, uma forma de reconhecer a importância do trabalho realizado pelos nossos guardas municipais. A entrada em vigor desse estatuto fortalece o Brasil”, disse o senador pernambucano.

O texto da nova lei foi publicado em uma edição extra do Diário Oficial da União desta segunda-feira.

Dados do IBGE mostram que a guarda municipal está presente em mais da metade dos municípios brasileiros com população superior a 100 mil habitantes. Agora, a categoria passa a estar estruturada em carreira única, com progressão funcional.

APAES DE PERNAMBUCO SE ENCONTRAM EM SERRA TALHADA

Na próxima quarta-feira (13) as APAES (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais) de Pernambuco se encontram em Serra Talhada para uma reunião administrativa. São 18 presidentes de APAES, de Camaragibe a Petrolina que estarão na  Capital do Xaxado, convocados pela Presidente da Federação Estadual das APAES, Graça Mendes.

O Encontro vai acontecer na Pousada Lampião a partir das 8 horas e, conforme informa a presidente da APE de Serra Talhada, serve para fazer uma avaliação do movimento e todo trabalho que vem sendo feito para garantir os direitos da pessoa com deficiência.

A APAE de Serra Talhada recentemente completou 17 anos de atividades no município, e este ano tem mais um desafio pela frente: a construção da sua sede própria. A Associação já possui o terreno e conforme informa Solange Cristina Pereira, presidente da APAE local, em breve estará iniciando uma campanha em toda cidade, “estamos confiantes que contaremos com a colaboração da sociedade serratalhadense”, disse ela.

A escolha de Serra Talhada para sediar o encontro dos presidentes de APAES de Pernambuco se deu devido a sua localização geográfica, e também pela atuação da entidade no município onde desenvolve um trabalho social atendendo 265 excepcionais associados.