Home » Pernambuco » FBC QUEBRA SILÊNCIO E DIZ QUE HISTÓRIA POLÍTICA FALA POR SI SÓ

FBC QUEBRA SILÊNCIO E DIZ QUE HISTÓRIA POLÍTICA FALA POR SI SÓ

O ex-ministro Fernando Bezerra Coelho (PSB) quebrou o silêncio na noite última terça-feira (11), durante a cerimônia de entrega de título de cidadão de Dormentes, cidade do Sertão de Pernambuco. Depois de algumas semanas em “off”, FBC voltou a falar abertamente do momento político em que vive e da sua expectativa quanto a definição de quem será o indicado do PSB para a sucessão do governador Eduardo Campos (PSB).

“Que momento eu recebo esse título. Que momento da minha vida eu venho para Dormentes. Eu estou vivendo, talvez, os dias mais importantes da minha caminhada política. O que eu fiz já fiz; se você ou se não você não cabe a mim decidir, mas cabe a mim dizer aqui que eu não me arrependo de nada do que fiz. Eu tenho muita confiança, eu sou um homem de muita fé e perseverança. Eu tenho absoluta certeza que essa trajetória que vocês me ajudaram a construir ela vai falar. Ela vai tocar e ela vai ter o seu peso na hora que forem escolher quem vai nos representar nessa luta que se aproxima”, discursou Fernando Bezerra Coelho.

Durante a solenidade, FBC ainda relacionou um fato histórico, vivido durante a sua primeira gestão como prefeito de Petrolina, com a reabertura do Palácio do Campo das Princesas, marcada para a próxima sexta-feira (14). “O prefeito Raniere [Reis (PSB), de Dormentes] lembrou aqui uma passagem que marca muito a minha caminhada política, que foi o gesto que fiz quando cheguei à prefeitura de Petrolina de arrancar a porta do gabinete do prefeito para que com aquele gesto dizer que a prefeitura estava aberta para os mais pobres e humildes. Sexta-feira próxima, o governador Eduardo Campos vai abrir as portas do Palácio, mas quem sabe, que eu possa ter o privilégio de poder repetir a trajetória de outro grande filho do Sertão [Nilo Coelho], que teve a oportunidade de governar Pernambuco e quando governou soube preservar o espaço que é de direito para o Sertão e para sua região”, disse.

No fim, já cogitando a possibilidade de ser preterido dentro do PSB, o ex-ministro da Integração Nacional também garantiu que “caminhará ao lado daqueles que forem dar a sua contribuição para essa nova página da história política desse País”. “Seja qual for a decisão que vier a ser tomada vocês encontrarão em mim a disposição para a luta. Porque a nossa luta não vai parar, a nossa luta vai prosseguir”, finalizou Fernando Bezerra Coelho.

NOMES
Até o momento, o governador Eduardo Campos não sinalizou quem será o candidato a sua sucessão em Pernambuco. As conversas com as lideranças já foram iniciadas. Estão na disputa, o vice-governador João Lyra, o secretário da Casa Civil, Tadeu Alencar; o secretário das Cidades, Danilo Cabral; Maurício Rands e o próprio Fernando Bezerra Coelho, todos do PSB. Dessa lista, de acordo com informações de bastidores, FBC é o que tem menos chances de ficar a vaga. (Blog da Folha)


Subscribe
Notify of

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments