Home » Crônicas de Ademar Rafael » Crônica de Ademar Rafael

Crônica de Ademar Rafael

MISTÉRIOS

Mesmo tendo passando boa parte da minha vida estudando cenários, especialmente quando trabalhei com gestão de recursos de terceiros de 2014 a 2017, não consigo desvendar os mistérios escondidos nos atos de pessoas que lutam para ganhar uma eleição de prefeito em nosso país.

Vamos aos fatos reais. Com o falido pacto federativo e os encargos impostos aos municípios com a municipalização de serviços, especialmente saúde e educação, o ente federativo conhecido como município é uma empresa falida. Raríssimos municípios são geradores de recursos próprios suficientes para não ser dependente de repasses da União, cada vez mais escassos em tempo de orçamento curto.

Assim os mistérios são: Como um empresário de sucesso, um renomado profissional liberal ou um cidadão do povo deseja administrar uma massa falida, inclusive gastando no pleito somas superiores aos valores recebidos ao sentar por quatro anos na principal cadeira do executivo municipal? O que leva uma pessoa a deixar suas confortáveis residências e seus luxuosos escritórios para percorrer ruas alagadas, bairros periféricos sem segurança nenhuma para disputar voto a voto pelo cargo de gestor de uma prefeitura em cidade do interior, desprovida de qualquer perspectiva quanto a dar as respostas desejadas pelos munícipes.

Aqui faço um relato de um caso real. Em uma das cidades que atuei como gestor do Banco do Brasil o prefeito ao fazer uma visita de cortesia a minha residência comentou: “- Aceitei o desafio de disputar a eleição por entender que no cargo teria a chance de devolver a esse povo parte do que dele recebi.” E completou: “- Aqui cheguei há 20 anos com um diploma de médico um filho pequeno e a esposa grávida, hoje disponho de bom patrimônio e tenho situação financeira confortável. Somente cuidando bem do dinheiro público e ofertando serviços públicos de excelência devolverei um pouco do que recebi.” Durante três anos comprovei o que me disse o prefeito. Será que esta lógica alcança todos?  Duvido muito.


Subscribe
Notify of

1 Comentário
Inline Feedbacks
View all comments
hélio noronha
27 dias atrás

Oportuno texto, Ademar! Neste ano elegeremos prefeitos nos municípios brasileiros. concordo com sua observação: eu também duvido! acrescento que muitos apelam apenas para o orgulho de ser autoridade no seu município, afagando o ego. mas ainda existem aqueles que vislumbram lucros fáceis, sei lá como!