Exposições Patrimônios de Pernambuco e Fundarpe 50 anos desembarcam em Bodocó

Mostras itinerantes estão viajando por todas as regiões do Estado

O patrimônio do Estado de Pernambuco vem sendo reverenciado, desde o semestre passado, em duas exposições itinerantes: Patrimônios de Pernambuco, que teve como ponto de partida o conteúdo da 4ª edição da Cartilha Patrimônios de Pernambuco: Materiais e Imateriais; e Fundarpe 50 anos: História, Arte, Cultura e Patrimônio, que resume a trajetória da Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco, órgão tão importante e necessário cujos resultados da atuação transcendem as fronteiras do Estado. Agora a próxima parada desse combo acontece no município de Bodocó, na região do Sertão do Araripe pernambucano, onde ficam à mostra no Colégio Municipal Antônia Lócio da Cruz, nesta quarta-feira (29), às 19h. A visitação pública, gratuita, ocorre de 3 e 28 de junho, de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 11h30 e das 13h às 17h.

Realizada pela Gerência Geral de Preservação do Patrimônio Cultural da Fundarpe, Patrimônios de Pernambuco foi lançada durante o 31º Festival de Inverno de Garanhuns, realizado pelo Governo de Pernambuco, em julho de 2023, no espaço Praça da Palavra Luís Jardim. A exposição reúne informações sobre os bens culturais do Estado, sua localização e seus processos de reconhecimento.

Com recursos lúdicos, a mostra permite a interação do público com o universo cultural do Estado, contando com quebra-cabeças sobre as categorias de patrimônio cultural. A proposta é que todas as pessoas visitantes aprendam, reflitam e brinquem com o patrimônio e se sintam motivadas a atuar em seu reconhecimento e proteção.

Em 20 de dezembro foi inaugurada, na Torre Malakoff, no Recife, Fundarpe 50 anos: História, Arte, Cultura e Patrimônio. A exposição leva o público ao encontro com os Patrimônios Materiais, Imateriais e Vivos do Estado. Continua com um passeio pela variedade dos equipamentos culturais (Casa da Cultura, Cinema São Luiz, Cine-Teatro Guarany, Espaço Pasárgada, Museu de Arte Contemporânea, Museu de Arte Sacra, Museu do Barro de Caruaru, Museu do Estado, Museu Regional de Olinda, Teatro Arraial Ariano Suassuna e Torre Malakoff) e da multiculturalidade dos festivais culturais, assim como encaminha à reflexão sobre a relevância da contribuição do Fundo Pernambucano de Incentivo à Cultura (Funcultura) para a cultura estadual.

A mostra ainda convida o público a conhecer as experiências e ações desenvolvidas pela Fundação e a se reconhecer nos muitos projetos e nas muitas atividades elaboradas e acompanhadas pela instituição reforçando o sentimento de pertencimento nos diversos grupos que constituem nossa sociedade.

Em fevereiro de 2024 a exposição desembarcou no município de Brejo da Madre de Deus, no Agreste Central do Estado, e, em maio, aportou em Salgueiro, no Sertão Central, onde ficou exposta até o último domingo (26), em conjunto com Patrimônios de Pernambuco.

De Bodocó, o combo segue para Triunfo, no Sertão do Pajeú, onde permanece no mês de julho. Também já está prevista uma parada em Santa Maria da Boa Vista, no Sertão do São Francisco, em setembro.

No Recife, governadora Raquel Lyra lança última etapa do Circuito Literário de Pernambuco

 
A governadora Raquel Lyra e a sua vice, Priscila Krause, deram início, nesta terça-feira (28), à última etapa do Circuito Literário de Pernambuco (CLIPE), denominada Etapa Região Metropolitana e Zonas da Mata. O evento, que segue até a próxima segunda-feira (3), no Parque de Exposições do Cordeiro, na Zona Oeste do Recife, conta com estandes de editoras estaduais e nacionais, montados para a comercialização de livros para todas as idades e gostos. Os servidores da Secretaria Estadual de Educação que estiverem em pleno exercício de suas funções poderão usufruir do Bônus Livro no valor de R$ 1 mil para professores e R$ 500 para analistas e assistentes.
 
“Estamos investindo muito na formação dos nossos profissionais de educação, dando a oportunidade para que eles tenham acesso à compra de livros e brinquedos pedagógicos. O Circuito Literário de Pernambuco foi descentralizado este ano, já passamos pelo Agreste e Sertão e agora chegamos na Região Metropolitana do Recife. Isso faz parte de uma série de investimentos que estamos fazendo junto a estes profissionais da rede estadual, para permitir que todos possam crescer, continuar alcançando seus sonhos e desenvolvendo melhor as suas atividades”, destacou Raquel Lyra.
 
De acordo com a secretária executiva de Desenvolvimento da Educação, Tarcia Silvia, nesta etapa, mais de 18 mil profissionais foram contemplados com o Bônus Livro. “O bônus facilita o acesso à leitura, fazendo com que os profissionais adquiram mais livros para que possam ampliar o debate em torno do direito à igualdade, à equidade e à contemplação da diversidade”, ressaltou.
Com o tema “Culturas periféricas de saberes ancestrais: educação, diversidade e equidade”, o CLIPE busca promover o debate sobre educação, diversidade e igualdade racial em solo pernambucano, com uma programação vasta e diversificada. 
 
Professor de matemática da rede pública estadual na Região Metropolitana do Recife, Thiago Burlamaqui destacou a importância do Circuito Literário para os educadores e alunos. “Agradeço o incentivo concedido pelo Governo do Estado a todos nós, professores. Essa é uma grande oportunidade para que, até mesmo os nossos alunos, possam adquirir mais conhecimento”, enfatizou o educador.
 
Também estiveram presentes no evento o deputado estadual Renato Antunes; o secretário de Turismo e Lazer, Daniel Coelho; os secretários executivos Juliana Gouveia (Mulher) e Igor Cadena (Casa Civil); e o vereador do Recife, Davi Muniz.
 
Fotos: Miva Filho/Secom

Advogado Tecio Teles ministra palestra sobre Políticas Públicas Liberais no Instituto de Formação de Líderes do Recife

O advogado Tecio Teles foi convidado para ministrar uma palestra no Instituto de Formação de Líderes do Recife, onde abordou políticas públicas liberais específicas para a cidade do Recife, a convite do presidente do Instituto, no Recife, André Felipe. O evento ocorreu no Hub Plural, localizado no bairro dos Aflitos, na Zona Norte do Recife, nesta segunda-feira (27).
O Instituto de Formação de Líderes Recife é referência na formação de líderes que buscam obter conhecimento e, principalmente, colocar em prática liderança, empreendedorismo e gestão eficiente com base em valores de liberdade econômica, intelectual e política.
Durante o evento, Tecio Teles abordou políticas públicas liberais voltadas para o Recife, além de discutir a importância de uma gestão pública eficiente nas áreas de segurança, geração de oportunidades e mobilidade. Atualmente, Tecio Teles atua na advocacia privada. Nas eleições municipais deste ano, Teles é o pré-candidato à Prefeitura do Recife pelo Partido Novo de Pernambuco.

Governo de Pernambuco participa de agenda internacional em prol do forró

Ritmo que aflora o sentimento de pertencimento do nordestino e que representa nosso Brasil país afora, o forró será o centro da pauta de importantes movimentos culturais nesta semana na França e em Portugal. Por meio de articulações lideradas pelas Secretarias de Cultura de Pernambuco e da Paraíba, juntamente com a Associação Cultural Balaio Nordeste, o ritmo ganhará visibilidade mundial, entre os dias 30 de maio e 02 de junho, com agenda na sede da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), em Paris, e a realização do I Fórum Internacional do Forró de Raiz, no Instituto Pernambuco Porto, na cidade do Porto.

“O forró é parte da alma nordestina e é alicerce da identidade pernambucana. Por este motivo, nós, enquanto Secretaria de Cultura, trabalhamos no fomento, na valorização e na salvaguarda das nossas tradições culturais. Também estamos certos de que este movimento de internacionalização do ritmo é um importante passo para colocar o Nordeste na sua merecida posição de destaque enquanto território de ricas e importantes produções, e celeiro de iniciativas voltadas à economia criativa e perpetuação do legado do nosso povo”, comenta Cacau de Paula, Secretária de Cultura do Estado de Pernambuco.

Sobre o início do processo de reconhecimento do forró raiz como Patrimônio Imaterial da Humanidade a Secretária pontua ainda “Todo esse processo que iniciou e segue no Brasil, e que começa a ganhar vozes em diversas partes do mundo, é mais um passo importante no pleito desse título merecido não só para a preservação das nossas tradições, mas também para o fortalecimento de toda cadeia produtiva e que gira em torno do forró”, diz Cacau.

A comitiva brasileira se reunirá no dia 30 de maio, em Paris, na sede da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) com a finalidade de sensibilizar a instituição em relação ao processo para o reconhecimento do forró raiz enquanto Patrimônio Imaterial da Humanidade. “Para a gente é uma honra tremenda chegar até à Unesco para sermos ouvidos, para dizermos que temos uma cultura que é genuinamente nossa e que precisa ser salvaguardada”, destaca o Secretário de Cultura da Paraíba, Pedro Santos.

Em 2021, o forró foi reconhecido nacionalmente pelo Instituto do Património Histórico e Artístico Nacional (Iphan) como Patrimônio Cultural do Brasil. Tal título, que contou com a adesão e coparticipação de 15 estados brasileiros, proposto pela Paraíba, e é pré-requisito para um novo pleito que será iniciado agora, em 2024. Nesta nova etapa, a busca é por apoios internacionais. Ao todo, 30 países já subscreveram um abaixo-assinado em apoio à causa nordestina e brasileira para que o forró obtenha o título sonhado.

Joana Alves, presidente-fundadora da Associação Cultural Balaio Nordeste, que tem sede em João Pessoa (PB), é uma das principais lideranças deste projeto. Joana enfatiza, também, alguns passos do processo que passa por consultas públicas e pesquisas para validar a expressão cultural em questão como fonte identitária de um povo e confirmar o reconhecimento da comunidade local.

“Nós estamos indo até Paris, até a ONU, e mais especificamente a Unesco, para dizer que queremos o nosso patrimônio reconhecido. Mas é um processo lento mesmo. O Iphan, por exemplo, ainda precisa publicar e enviar à ONU a ação de salvaguarda do patrimônio nacional com relação ao forró”, explica Joana.

Ainda na capital francesa, a comitiva trabalhará propostas de intercâmbio cultural com instituições locais em torno do Ano Cultural Brasil – França 2025. Na ocasião, a Secretária de Cultura de Pernambuco, Cacau de Paula, formalizará convite para representantes de instituições e artesãos franceses estejam na Fenearte já deste ano, proporcionando o início de um importante ciclo de intercâmbio cultural, potencializando significativas trocas sobre a tradição e a produção do artesanato pernambucano.

Dando continuidade à jornada internacional do forró, nos dias 1º e 2 de junho, acontecerá o I Fórum Internacional do Forró de Raiz, na cidade do Porto, em Portugal. Realizado no Instituto Pernambuco Porto, importante parceiro do Governo de Pernambuco, o evento contará com palestras, debates e mesas redondas em torno da temática do forró e sua importância como componente da identidade nordestina, além de shows de artistas forrozeiros.

“Promover a realização dessa programação no Instituto Pernambuco Porto é muito simbólico para nós, da Secult-PE. O espaço é um importante parceiro, um centro da nossa cultura pernambucana em Portugal, propagando nossas tradições, e em suas mais diversas linguagens, para toda a comunidade brasileira e para visitantes de todo o mundo. O fórum será um momento de troca cultural entre Pernambuco e Portugal, de novas parcerias e de um ambiente voltado para a difusão dos nossos saberes populares e de promoção da nossa região”, afirma Cacau de Paula.

A programação do Fórum, além da grade de conteúdo, será um verdadeiro arraial junino para todos os participantes. Haverá decoração temática e comidas típicas, aulas de forró e shows de diversos artistas nordestinos, como: Derico Alves (PE), Sandrinho do Acordeon (PI), Bira Delgado (PB), Luiz Bento (PB), Robson Batinga (SE), Ecore Nascimento (PI), Sanda Belê (PB) e Flávia Bitencourt (MA).

 

Pré-candidato George Borja diz que quer fazer gestão integrada com municípios vizinhos

O odontólogo George Borja de Freitas tem participado de várias reuniões em associações buscando ouvir o povo, pra entender a demanda de cada comunidade.

No último domingo (26), ele visitou o Assentamento Rancho dos Negros e além de ouvir, também falou para os presentes. Um trecho de sua fala chamou atenção, pois o pré-candidato socialista disse que tem intenção de fazer uma gestão integrada com todos os municípios vizinhos.

“Eu quero os municípios trabalhando juntos, eu quero conversar com Tuparetama, Brejinho, Santa Terezinha, Itapetim. A gente é um povo só, e se a gente trabalhar com gestores conversando entre si, quem ganha é o povo”. Disse George.

Programas da Prefeitura do Recife são destaque em apresentação de resultados do Criança Alfabetizada

Criados na atual gestão municipal, Primeiras Letras e o Infância na Creche foram citados em evento que contou com a representação máxima do Governo Federal e a presença de governadores de todas as regiões do país

Nesta terça-feira (28), o Prefeito do Recife, João Campos, representou a capital pernambucana e a Frente Nacional de Prefeitas e Prefeitos (FNP) no evento voltado para a apresentação dos primeiros resultados do Compromisso Nacional da Criança Alfabetizada, do Governo Federal, no Palácio do Planalto, em Brasília. O  Compromisso Nacional da Criança Alfabetizada é um esforço conjunto entre a União, estados e municípios de todo o país para alfabetizar as crianças brasileiras na idade correta, além de recuperar o atraso educacional causado pelos anos de pandemia. Durante o evento, João Campos apresentou o programa Primeiras Letras, destaque do Recife, e ressaltou o Infância na Creche, que dobrou o número de vagas em creches em menos de quatro anos.

“O cuidado com a educação é algo que nós sabemos que requer muito trabalho, mas o que nos faz economizar esforço e ganhar em resultado e ver que há uma iniciativa do Governo Federal de ter uma política nacional que não deixe nenhum estado ou município para trás. No Recife, criamos o Primeiras Letras, focado em assegurar, através de eixos fundamentais, que os nossos estudantes possam estar alfabetizados até os 7 anos de idade. Também conseguimos dobrar o número de vagas em creches e, em menos de quatro anos, atingimos um número maior de crianças matriculadas do que o quantitativo total do que foi alcançado nos últimos 40 anos. Os resultados medidos impressionam e nos enchem de vontade de seguir apostando, porque é por meio da educação que damos o direito à autonomia e garantimos a possibilidade da criança ter a sua independência e construir o seu futuro”, ressaltou o prefeito do Recife. “Acho que no dia em que o Brasil garantir que todas as suas crianças estejam matriculadas em creches e alfabetizadas, certamente será um salto histórico. E o caminho está desenhado, a rota está montada e agora cabe a todos nós, gestores, governadores, prefeitos, secretários e professores, construirmos essa realidade”, acrescentou ele.

O objetivo principal do programa Criança Alfabetizada é garantir a alfabetização de todas as crianças do país até o final do 2º ano do ensino fundamental, além de recuperar as aprendizagens afetadas pela pandemia, de 100% das crianças matriculadas no 3°, 4° e 5° ano. O incentivo conta com um investimento de mais de R$ 2 bilhões ao longo de quatro anos. De acordo com os dados divulgados durante o evento, o índice de alfabetização dos estudantes de escolas públicas brasileiras passou de 36% para 56%, desde 2021, alcançando o número referente ao ano de 2019 (55%).

“Estamos propondo que até o ano de 2030 nós alcancemos o índice de 80% de todas as crianças brasileiras alfabetizadas na idade correta, o que é nobre. Porém, o objetivo final é chegar a 100%. Vamos acompanhar todos os estados e municípios para orientar e discutir as formas de melhorar as coisas que não estão funcionando e também divulgar os pontos positivos para que sirvam de exemplo para o país”, afirmou o presidente Lula durante o evento.

“Nós sabemos que, em sua maioria, a grande responsabilidade da educação básica fica nas mãos dos municípios e, independente de questões partidárias, políticas e ideológicas, todo o Brasil precisa se unir para trabalhar em conjunto em prol da alfabetização das nossas crianças. Nós observamos avanços importantes e ressalto que o Ministério da Educação nunca olhou tanto para a educação básica – essa realmente é uma prioridade do governo do Presidente Lula. Quero repetir que só podemos construir melhorias para as crianças brasileiras se todos os estados e municípios se unirem”, explicou o Ministro da Educação, Camilo Santana.

PRIMEIRAS LETRAS – O Primeira Letras é o maior programa de alfabetização da história da Rede Municipal de Ensino do Recife e surge para garantir a alfabetização dos estudantes na idade certa, ou seja, até os sete anos de idade, e, consequentemente, melhorar a qualidade do ensino e elevar os resultados de aprendizagem destes estudantes. Com investimentos na ordem de R$ 15 milhões até este ano, a iniciativa busca beneficiar 255 unidades de ensino na busca pela alfabetização de todas as crianças que estudam na rede garantindo, além de uma educação de qualidade, o acesso às demais etapas de ensino com maior aprendizagem e melhores oportunidades de um futuro melhor.

INFÂNCIA NA CRECHE – Em maio deste ano, a Prefeitura do Recife ultrapassou a meta de dobrar o número de vagas em creches, chegando a mais de 13,5 mil vagas na rede, um aumento de 110,49% em relação à meta inicial. O que foi feito, até então, em 40 anos na cidade, a atual gestão fez em 4. Construir uma rede de Educação Integral não inclui apenas a educação formal, mas também cuidados essenciais, garantindo o bem-estar e o desenvolvimento saudável das crianças. Para chegar nesse resultado, houve cerca de 200 obras ocorrendo de forma simultânea na Secretaria de Educação. Também foram contratados, em um único ato, mais de 1 mil professores para compor a rede, o maior ato da história do Recife.

 
Fotos: Divulgação

Sudene propõe criação de Rede para fomentar inovação no Nordeste

A iniciativa reunirá instituições de ciência e tecnologia da região, com articulação para ampliação dos recursos de financiamento para projetos inovadores

Maceió (AL) – A Sudene apresentou a proposta de criação da Rede de Instituições de Ciência e Tecnologia do Nordeste (RICTNE) aos gestores das universidades e institutos federais de ensino superior da região. A iniciativa busca fomentar a inovação associada à estratégia de territorialização da nova indústria do Brasil.

“Queremos ter uma grande plataforma de informações, dialogando com o Plano Regional de Desenvolvimento do Nordeste (PRDNE) e buscando mecanismos de financiamento. Queremos estruturar o pensamento científico da região para vencer os desafios para nosso desenvolvimento”, explicou o superintendente da Sudene, Danilo Cabral, durante reunião da Rede Nordeste (Rene) da Associação dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes), realizada na Universidade Federal de Alagoas, nesta terça-feira (28).

De acordo com o superintendente da Sudene, para que a região aproveite as oportunidades com a Nova Política Industrial, inserindo-se nessa estratégia, é necessário aumentar a competitividade dos estados nordestinos. “Isso só acontece melhorando a nossa infraestrutura e a educação e com inovação. E esta não se dá sem que todos os atores da região estejam envolvidos, a academia, os setores produtivos, os entes políticos, como o Consórcio Nordeste. Não haverá desenvolvimento do Nordeste se não investirmos mais do que o PIB regional”, frisou o gestor.

O Nordeste tem algumas missões para os próximos anos, destaca o superintendente, como a estruturação de cadeias agroindustriais e digitais, do complexo industrial de saúde, investir na bioeconomia e na descarbonização e transição e segurança energéticas, promover a transformação digital da indústria e desenvolver tecnologias de interesse para soberania e defesa nacionais.

A Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste, em parceria com as instituições da Rede, atuará como articuladora e orientadora do Sistema Regional de Inovação para territorialização das Missões da NIB no Nordeste e no papel de Hub de Inovação, integrando, orientando e apoiando projetos de Inovação. Um dos objetivos é a criação de ferramentas e mecanismos institucionais para o Sistema Nacional de Territorialização é Desenvolvimento Regional.

“Queremos que a comunidade de ciência, tecnologia e inovação do Nordeste seja um ator político- institucional do desenvolvimento regional”, disse o economista José Farias, coordenador de Desenvolvimento Territorial, Infraestrutura e Meio Ambiente da Sudene. Ele ressalta que as recentes iniciativas da Sudene junto ao BNDES, a partir da assinatura de acordo de cooperação técnica na semana passada, e ao IBGE (Institui Brasileiro de Geografia e Estatística) e a Finep (Financiadora de Estudos e Projetos) já fazem parte da articulação para o estabelecimento da Rede.

A iniciativa, no curto prazo, pretende instituir um grupo de trabalho para organizar a constituição e atuação da Rede. E, logo em seguida, já fazer entregas para a sociedade, como a sistematização dos conhecimentos sobre o Nordeste, dispersas entre ICTs da região, mobilizando em rede mais de 600 pesquisadores da região, além da produção de estudos sobre a nova indústria do Nordeste.

Secretaria de Saúde de Caruaru promove novo mutirão de fisioterapia

A ação aconteceu no último sábado (25), no Complexo de Saúde Jacqueline Fernandes. Foram 329 agendamentos

A Prefeitura de Caruaru, por meio da Secretaria de Saúde (SMS), realizou, no último sábado (25), o segundo mutirão de atendimentos em fisioterapia. Desta vez, a ação foi voltada aos pacientes que estavam aguardando o agendamento para avaliação do fisioterapeuta. Os atendimentos foram pré-agendados com quem estava nessa lista de espera da regulação do município. As avaliações foram realizadas nas salas do Complexo Jacqueline Fernandes, de onde os pacientes tiveram seus direcionamentos e inserções realizados no mesmo dia. Foram 329 agendamentos, 202 atendimentos, 8 desistências e 119 faltas.

”Esse mutirão foi importante para qualificar a necessidade do usuário conforme avaliação dos profissionais, reduzindo a fila e atingindo o objetivo principal, que é o usuário”, destacou a gerente de Regulacão, Avaliação e Controle do município, Kelly Costa.

Sudene propõe criação de Rede para fomentar inovação no Nordeste

A iniciativa reunirá instituições de ciência e tecnologia da região, com articulação para ampliação dos recursos de financiamento para projetos inovadores

Maceió (AL) – A Sudene apresentou a proposta de criação da Rede de Instituições de Ciência e Tecnologia do Nordeste (RICTNE) aos gestores das universidades e institutos federais de ensino superior da região. A iniciativa busca fomentar a inovação associada à estratégia de territorialização da nova indústria do Brasil.

“Queremos ter uma grande plataforma de informações, dialogando com o Plano Regional de Desenvolvimento do Nordeste (PRDNE) e buscando mecanismos de financiamento. Queremos estruturar o pensamento científico da região para vencer os desafios para nosso desenvolvimento”, explicou o superintendente da Sudene, Danilo Cabral, durante reunião da Rede Nordeste (Rene) da Associação dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes), realizada na Universidade Federal de Alagoas, nesta terça-feira (28).

De acordo com o superintendente da Sudene, para que a região aproveite as oportunidades com a Nova Política Industrial, inserindo-se nessa estratégia, é necessário aumentar a competitividade dos estados nordestinos. “Isso só acontece melhorando a nossa infraestrutura e a educação e com inovação. E esta não se dá sem que todos os atores da região estejam envolvidos, a academia, os setores produtivos, os entes políticos, como o Consórcio Nordeste. Não haverá desenvolvimento do Nordeste se não investirmos mais do que o PIB regional”, frisou o gestor.

O Nordeste tem algumas missões para os próximos anos, destaca o superintendente, como a estruturação de cadeias agroindustriais e digitais, do complexo industrial de saúde, investir na bioeconomia e na descarbonização e transição e segurança energéticas, promover a transformação digital da indústria e desenvolver tecnologias de interesse para soberania e defesa nacionais.

A Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste, em parceria com as instituições da Rede, atuará como articuladora e orientadora do Sistema Regional de Inovação para territorialização das Missões da NIB no Nordeste e no papel de Hub de Inovação, integrando, orientando e apoiando projetos de Inovação. Um dos objetivos é a criação de ferramentas e mecanismos institucionais para o Sistema Nacional de Territorialização é Desenvolvimento Regional.

“Queremos que a comunidade de ciência, tecnologia e inovação do Nordeste seja um ator político- institucional do desenvolvimento regional”, disse o economista José Farias, coordenador de Desenvolvimento Territorial, Infraestrutura e Meio Ambiente da Sudene. Ele ressalta que as recentes iniciativas da Sudene junto ao BNDES, a partir da assinatura de acordo de cooperação técnica na semana passada, e ao IBGE (Institui Brasileiro de Geografia e Estatística) e a Finep (Financiadora de Estudos e Projetos) já fazem parte da articulação para o estabelecimento da Rede.

A iniciativa, no curto prazo, pretende instituir um grupo de trabalho para organizar a constituição e atuação da Rede. E, logo em seguida, já fazer entregas para a sociedade, como a sistematização dos conhecimentos sobre o Nordeste, dispersas entre ICTs da região, mobilizando em rede mais de 600 pesquisadores da região, além da produção de estudos sobre a nova indústria do Nordeste.

Caruaru vivencia mais um marco na gestão Rodrigo Pinheiro, com a entrega do Centro de Formação de Profissionais da Educação

Após as inaugurações do Centro Olímpico Municipal Rei Pelé e do Centro de Referência, Formação e Pesquisa da Primeira Infância, mais um marco na Educação de Caruaru foi vivenciado na gestão Rodrigo Pinheiro, com a entrega, na tarde dessa segunda-feira (27), do Centro de Formação de Profissionais da Educação. Implantado no piso superior da Secretaria Municipal de Educação e Esportes, no bairro Petrópolis, o novo centro será destinado para impulsionar o desenvolvimento profissional dos educadores municipais, com atuações nas mais variadas áreas da rede.

“Ao longo de nossa gestão, juntamente com as parcerias firmadas com os governos Estadual e Federal, temos realizado investimentos transformadores nas infraestruturas de escolas, creches e centros educacionais, bem como nas pessoas que fazem a Educação de Caruaru. Conforme o seu próprio nome especifica, este Centro de Formação de Profissionais da Educação contribuirá bastante para com a ampliação dos conhecimentos pedagógicos dos servidores da área refletindo, principalmente, em uma maior qualificação dos estudantes da rede. Mais um grande avanço para nossa Educação!”, comemorou o prefeito Rodrigo Pinheiro.

O Centro de Formação de Profissionais da Educação é composto por 27 salas modernas e recursos tecnológicos avançados com laboratórios de informática, linguagens, matemática, ciências, história e geografia; de projeções para vídeos, biblioteca, ateliê de arte, arquivo, cozinha, avaliação, apoio para os formadores, além de multifuncionais para formações de gestores, secretários escolares, coordenadores, professores de Educação Física e de formações Psicossociais.

A requalificação do espaço, que agora comporta o Centro, foi iniciada em novembro do ano passado, com finalização neste mês de maio. A reforma contemplou uma revisão da coberta, com as mudanças das estruturas de madeira e retelhamento, para sanar os problemas de infiltrações nos períodos de chuva, assim como troca de toda instalação elétrica. Posteriormente, houve reforma no interior das salas, com adequações necessárias dos ambientes para atender às necessidades dos espaços e pintura geral.

“Entregamos hoje com este espaço, 27 salas pensadas para impulsionarmos o desenvolvimento profissional de todos os educadores da rede, oferecendo, assim, à nossa sociedade, o que há de melhor em termos de Educação municipal. Estamos realizando um sonho ao contribuirmos para que todos esses profissionais, que serão contemplados com formações e qualificações, se sintam cada vez mais valorizados no exercício de suas respectivas funções educacionais em Caruaru”, celebrou a secretária de Educação e Esportes de Caruaru, Aline Tiburcio.