Home » Sem categoria » Programa Parceria chega a 500 obras concluídas e projeta 1.000 até o final do ano

Programa Parceria chega a 500 obras concluídas e projeta 1.000 até o final do ano

A Prefeitura do Recife chegou a marca de 500 obras concluídas do Programa Parceria em 2022, ação em que a Secretaria Executiva de Defesa Civil entra com a assistência técnica e o material de construção, enquanto a comunidade participa com a mão de obra. Até agora, já são mais de 1.300 famílias diretamente beneficiadas pelo projeto, que inclui serviços como contenção de encostas, construção e recuperação de canaletas e escadarias, instalação de corrimão, restauração de tela argamassada, cercas, construção de caixas d´água, fossas e acessos às comunidades, dentre outros tipos de intervenções. Em reunião de pactuação nesta sexta-feira (5), o prefeito João Campos reforçou a meta de concluir 1.000 intervenções até o final do ano.

“Estamos celebrando hoje uma marca muito importante. São 500 obras do programa Parceria que foram finalizadas este ano. E a gente tem o compromisso de entregar 1000 por ano”, destacou João Campos. “Eu quero agradecer a toda equipe da Defesa Civil que se dedica de forma permanente para transformar isso em realidade. E a gente sabe que há um esforço conjunto de muita gente, aumento de equipe, incremento de orçamento, para a gente poder ter essas ações. O que é interessante desse programa é que a Prefeitura dá a supervisão técnica e a família constrói a obra, por isso que o nome é Parceria”, continuou o prefeito.

A Defesa Civil tem orçamento de R$ 17 milhões para realização de obras do Parceira em 2022. Destes, foram investidos R$ 8,9 milhões para a realização das 500 obras entregues. “Saber que famílias poderão dormir tranquilas é muito gratificante”, ressaltou Cássio Sinomar, secretário executivo de Defesa Civil do Recife. “Passar a noite acordado ou ter que sair de sua residência para procurar um local seguro não é fácil. Com essas obras do Parceria, centenas de famílias não precisarão passar por essa situação”, complementa. São obras de pequeno e médio portes, de solução rápida, segura e compartilhada, que levam segurança e tranquilidade às comunidades da cidade.

O gestor explica que agentes e cidadãos acompanham juntos todas as fases do projeto. “Vistoria, apresentação da solução técnica, elaboração do projeto e entrega da obra são etapas cumpridas pelo programa. No pós-obra ainda são realizadas manutenção, fiscalização e controle do seu patrimônio”, explica Cássio. As intervenções são executadas de forma rápida, segura e com custo baixo. A população pode solicitar uma obra à Defesa Civil pelo telefone 0800-081-3400, que é gratuito e funciona 24h por dia. Uma equipe segue até o local para verificar a viabilidade da obra por meio do Programa Parceria.

Moradora há 12 anos da rua do Alto da Bica, no bairro do Passarinho, Maria Ediane da Silva foi uma das beneficiadas pelo Programa Parceria. “Sou cadeirante e tinha muita dificuldade para chegar e sair da minha casa. O espaço para a mobilidade com a cadeira de rodas era estreito e muitas vezes tinha que sair nos braços das pessoas. Depois da obra faço tudo sozinha”, explicou a moradora. A intervenção feita na área foi de 30 metros para a melhoria do acesso ao habitacional e custou R$ 2.893,00.

Por meio do Programa Parceria, a Prefeitura do Recife decidiu, ainda em 2021, aumentar o número de obras da modalidade. No ano passado foram realizadas 348 obras de parceria, beneficiando 1.310 famílias. Em 2022, além das 500 obras entregues, a Defesa Civil está com 288 obras em andamento que irão beneficiar mais 736 famílias.

ENCOSTAS EM CONSTRUÇÃO – O que não é realizado por meio do Programa Parceria e tem indicação de uma intervenção maior, como contenção de encosta definitiva por exemplo, é encaminhado para a Autarquia de Urbanização do Recife (URB). Com o intuito de garantir mais segurança nos morros da cidade, especialmente nas áreas de maior risco, a Prefeitura do Recife está com 24 obras de contenção definitiva de encostas em execução. A ação em curso tem investimento de R$ 36 milhões e está sendo realizada pela Autarquia de Urbanização do Recife (URB).

Ao final das obras de contenção definitiva, mais de 650 famílias serão beneficiadas diretamente. Os serviços de estabilização de encostas, construção de muros de arrimo e serviços de drenagem foram iniciados nos bairros de Nova Descoberta (3), Passarinho (3), Alto José Bonifácio (4), Beberibe (3), Dois Unidos (1), Mangabeira (1), Vasco da Gama (2), Brejo da Guabiraba (3), Jordão Alto (1), Várzea (1), Ibura (1), Coqueiral (1). Mais sete irão começar no início desse semestre: Ibura (1), Córrego do Jenipapo (1), Alto José do Pinho (1), Brejo da Guabiraba (1), Alto José Bonifácio (1) e Nova Descoberta (2).


Comente sobre

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *