Home » Sem categoria » Estudante com deficiência comemora um ano de aprendizado em estágio na Alepe

Estudante com deficiência comemora um ano de aprendizado em estágio na Alepe

O presidente da Assembleia Legislativa de Pernambuco, deputado Eriberto Medeiros (PP), recebeu nesta segunda-feira (24) a jovem Pâmela Melo, estudante de jornalismo e estagiária da Superintendência de Comunicação da Alepe. Portadora de osteogênese imperfeita, Pâmela completa 1 ano de contrato nesse mês de setembro, dentro do ciclo da atual gestão da Casa Joaquim Nabuco, que passou a disponibilizar vagas de estágios a pessoas com deficiências, no ano de 2019.

Estudante da Universidade Católica, Pâmela trabalhou na Gerência de Rádio, realizando a criação, produção, elaboração de textos e gravação para os programas radiofônicos da Alepe. A estudante afirma que, em todo o tempo do seu contrato, ela se sentia muito acolhida. “Só tenho a agradecer por essa oportunidade, cada momento e cada pessoa marcou muito a minha vida. Contudo, o que mais agradeço é por terem me enxergado além da minha deficiência, conseguiram ver o meu potencial”, ressaltou.

O presidente Eriberto Medeiros enfatizou que o exemplo de Pâmela é fundamental para outras pessoas que, assim como ela, buscam inserção no mercado de trabalho. “Essa é uma experiência que certamente vai marcar a sua vida. Ficamos muito felizes por a Alepe dar essa contribuição e alegres pela sua coragem de enfrentar esses desafios de cabeça erguida”, afirmou Medeiros. Também participaram da visita o deputado João Paulo (PCdoB), o superintendente da Escola do Legislativo, José Humberto Cavalcanti, a tia da estagiária, dona Adna Xavier, além da gestora do Programa de Estágios da Alepe, Verônica Azevedo, e a assessora de comunicação da Escola, Tatiana Seabra.

A inserção de Pâmela Melo como estagiária na Assembleia Legislativa se dá num contexto de abertura do Parlamento estadual para iniciativas de cunho social. Em 2019, o Legislativo estadual ganhou o prêmio “Assembleia Cidadã”, concedido pela Unale, pelo projeto “Alepe Acolhe”, que oferece cursos de qualificação e vagas de estágio remunerado a jovens que aguardam por adoção em casas de acolhimento.


Subscribe
Notify of

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments