Home » Afogados da Ingazeira » O ASSOREAMENTO É A NATUREZA CORRIGINDO O ERRO COMETIDO COM BROTAS, DIZ ENGENHEIRO JOSÉ ARTUR PADILHA

O ASSOREAMENTO É A NATUREZA CORRIGINDO O ERRO COMETIDO COM BROTAS, DIZ ENGENHEIRO JOSÉ ARTUR PADILHA

Enquanto a população que já cobrava antes parece aprovar a medida do governo Patriota em atuar no desassoreamento da barragem de Brotas, a Compesa vê a medida apenas como simbólica, pois entende que não aumentará a capacidade do manancial. E agora o posicionamento mais contundente do engenheiro Afogadense e ex-diretor do DNOCS Jose Artur Padilha vêm com a afirmação que o desassoreamento não passa de um equívoco. 
Ontem (09), Dr. Jose Artur foi ouvido pelo Programa Cidade Alerta da Rádio Cidade FM de Tabira e falou do conteúdo da carta que estava finalizando para enviar entre hoje e amanhã para o Governador Eduardo Campos. Disse Jose Artur: A medida (desassoreamento) pode ser bem intencionada, mas é irracional. É simples. Vivemos no semi árido. No passado tínhamos água de cacimba que se conseguia com facilidade. Hoje não temos mais. Tudo é comandado pelo sol e por isso vivemos duas situações: a chuva para produção e consumo tem duração de 4 meses. Água para beber nós precisamos, e os animais precisam todos os dias. Varias vezes por dia. Enquanto isso o Sol resgata a mesma quantidade de água 05 vezes mais com a evaporação. Precisamos de educação ecológica; continuou Dr. Jose Artur, o caminho é a sustentabilidade. O assoreamento é a natureza corrigindo o erro feito com Brotas. Açude a céu aberto é uma aberração. Não podemos bater de frente com a natureza. Isso foi dito ao Presidente Lula quando visitou as barragens com barramentos no Caruá. A adutora do Pajeú é uma é ação emergencial. Sobre os Poços perfurados em Fátima, Dr. Jose Artur disse que eles são semelhantes a uma conta bancária onde você só tira e não bota e um dia vai faltar. O engenheiro afogadense concluiu dizendo que enviará uma cópia da mesma carta ao prefeito Jose Patriota e se colocou a disposição da sociedade para debater o assunto.(Anchieta Santos)

Subscribe
Notify of

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments