Home » Sem categoria » CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS DA FACAPE ESTÁ ENTRE OS MELHORES DO BRASIL

CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS DA FACAPE ESTÁ ENTRE OS MELHORES DO BRASIL

Ótima notícia para os estudantes e professores do curso de Ciências Contábeis da Faculdade de Ciências Aplicadas e Sociais de Petrolina (FACAPE): o curso está entre os 10 melhores do Brasil no Ranking Universitário Folha, publicação nacional do Grupo Folha.

De acordo com o site da Folha​, o ranking de universidades mede a qualidade das 192 instituições que foram avaliadas na pesquisa, inovação, internacionalização, ensino e mercado. A FACAPE entrou na 10ª posição com o seu curso de Ciências Contábeis, fundado em 1993, e atualmente está com 589 alunos matriculados.

Para o coordenador do colegiado de Ciências Contábeis, professor José Alberto Gonçalves Moura essa é uma conquista merecida. “Diante deste resultado, podemos afirmar que foi excelente a nossa escolha pelo curso de Contábeis, considerando a sua aceitação pelo mercado de trabalho. Ressalto ainda que a FACAPE inteira se confraterniza pela pontuação alcançada”, celebrou Moura.

Um pouco de história

Segundo o Portal da Contabilidade, a origem está ligada a necessidade de registros do comércio, os indícios existentes das primeiras cidades comerciais estão na civilização fenícia, mas a prática do comércio foi exercida nas principais cidades da Antiguidade. À medida que o homem começava a possuir maior quantidade de valores, preocupava-lhe saber quanto poderiam render e qual a forma mais simples de aumentar as suas posses; tais informações não eram de fácil memorização quando já em maior volume, requerendo registros.

No Brasil, a vinda da Família Real Portuguesa incrementou a atividade colonial, exigindo – devido ao aumento dos gastos públicos e também da renda nos Estados – um melhor aparato fiscal. Para tanto, constituiu-se o Erário Régio ou o Tesouro Nacional e Público, juntamente com o Banco do Brasil em 1808. As Tesourarias de Fazenda nas províncias eram compostas de um inspetor, um contador e um procurador fiscal, responsáveis por toda a arrecadação, distribuição e administração financeira e fiscal.


Subscribe
Notify of

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments