Home » Sem categoria » VISITAS NO MUSEU DA CIDADE BATE RECORDE

VISITAS NO MUSEU DA CIDADE BATE RECORDE

Conforme divulgou Tarcisio Rodrigues,  Presidente da Fundação Casa da Cultura de Serra Talhada ontem (22), o número de visitantes no Museu da Cidade, que é mantido pela Fundação, mais uma vez bateu recorde. Segundo o mesmo, foram, apurados os registros das visitações de 2012. “Recebemos 33.272 visitantes em 2012, o maior número registrado até agora, nosso recorde anterior era de pouco mais de 30 mil em 2010”, comemorou Rodrigues.

O Museu foi instalado em 1987 quando da criação da Casa da Cultura e nasceu com a finalidade de mostrar para gerações atuais um pouco da história do município, transformando-se em pouco tempo na “sala de visita” da cidade.

“Ultimamente as escolas do município tem se preocupado em trazer turmas de alunos para fazer um “passeio” pela história. É uma maneira de se aproximar da nossa identidade”, declara o presidente da Fundação. Segundo ele o Museu reúne cerca de mil peças, distribuídas entre fotos e utensílios de personagens locais, de projeção regional e nacional, como é o caso do governador Agamenom Magalhães,uma das figuras políticas mais importantes da era Vargas, ou Solidônio Leite, jurista e deputado federal, considerado uma das mentes mais brilhantes do país em sua época, ele foi contemporâneo de Ruy Barbosa com quem mantinha estreitos laços de amizade. No Museu da Cidade ainda pode se encontrar informações sobre Moacir Santos, considerado um dos maiores instrumentista do mundo, ou de Arnaud Rodrigues, ator, humorista, redator e compositor e também de Virgolino Ferreira (Lampião), sem dúvida o filho mais conhecido de Serra Talhada, que tem exposto além de fotos um par de óculos que lhe pertenceu.

Na última quarta-feira (21), alunos do 5º no (4ª série) da Escola Nova Geração lotaram o espaço, todos ávidos por informações e curiosos com as peças que lhe transportaram para o passado da cidade. No final da excursão, liderados pela professora Edna Sousa e o professor Luiz Diego, os alunos deram uma demonstração de civismo que “emocionou” a todos, como descreve o presidente da Fundação: “se perfilaram, no hall de entrada do Museu e, entoaram o hino de Serra Talhada, numa demonstração de muita maturidade dos professores e da escola, acreditamos que é assim que se constrói cidadãos”, declarou.


Subscribe
Notify of

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments