Home » Sem categoria » PSB DE EDUARDO CAMPOS, GANHA REFORÇO DE INIMIGO DE LULA

PSB DE EDUARDO CAMPOS, GANHA REFORÇO DE INIMIGO DE LULA

O projeto solo do governador Eduardo Campos (PSB) segue com força total e com o “pé no acelerador”. O secretário de Desenvolvimento Econômico do governo de Santa Catariana, o deputado federal licenciado Paulo Bornhausen (PSD), vai se filiar ao PSB no próximo dia 30 de agosto, consolidando mais um palanque nacional para Eduardo. Paulo Bornhausen é filho de um dos maiore inimigos políticos do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, Jorge Bornhausen. Na filiação, é esperada a presença do governador pernambucano.

Segundo Paulo Bornhausen, a motivação para a mudança de legenda vai além da política.”Tomei a decisão quando senti que o partido estava indo para apoiar a Dilma. É complicado. Eu não tenho condições, de forma alguma. Além do mais você acha que o meu eleitor é bobo? Vão dizer: ‘Tu não, cara! Você que foi líder de oposição na Câmara, que teve o pai perseguido pelo PT no Brasil?’ É uma questão moral, ética, de postura.” Afirmou ainda que tem certeza que Eduardo Campos será candidato ao Planalto em 2014. “Ele não tem nada a perder. Tem discurso, tem presença. Vai ter apoiadores no Brasil inteiro. Ele na minha opinião é o novo nessa eleição.” Paulo Bornhausen disse que tentará ser reeleito deputado federal. “Estou ajudando a montar uma chapa boa para eleger pelo menos dois a três deputados, uma boa bancada na Assembleia e fazer o palanque do governador no estado.”

O pai de Paulo Bornhausen é ex-senador e que comandou o antigo PFL, hoje DEM. Jorge Bornhausen foi um dos maiores inimigos políticos do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Em 2005, no auge do escândalo do mensalão, o então senador Bornhausen afirmou “vamos acabar com essa raça”, referindo-se à chance de a oposição tirar o PT do poder.

Jorge Bornhausen, hoje sem partido, não confirma se também vai se filiar ao PSB. Em 2011, ele auxiliou o ex-prefeito Gilberto Kassab a articular a criação do PSD. “Tenho muitos anos de história, de liderança, e com a ajuda do meu pai, do grupo que a gente tem, vamos fazer um belo palanque para o Eduardo Campos aqui também”, afirmou Paulo Bornhausen. O deputado disse que tomou a decisão de migrar para o PSB quando o PSD deu sinais de que deverá apoiar a reeleição da presidente Dilma Rousseff. O vice-governador de São Paulo, Afif Domingos (PSD), ganhou da presidente o comando do Ministério da Micro e Pequena Empresa.


Subscribe
Notify of

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments