Home » Pernambuco » GOVERNO INAUGURA UNIDADE DO SAMU EM CARPINA

GOVERNO INAUGURA UNIDADE DO SAMU EM CARPINA

“Samu era um privilégio das Capitais, mas até dezembro, Pernambuco será o primeiro Estado do Nordeste/Norte brasileiro a ter 100% das nossas cidades com Samu”. Foram essas as palavras do governador Eduardo Campos ao inaugurar, a unidade do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu 192) no município de Carpina, na Mata Norte do Estado. O empreendimento faz parte do processo de universalização do Samu em Pernambuco, que atende, atualmente, a cerca de 70% da população. A previsão do Governo de Pernambuco é universalizar o serviço em todo o Estado.

Em seu discurso durante a solenidade, o governador afirmou que na saúde também é preciso cuidar da retaguarda da urgência e emergência. “Além das Upas de emergência, também estamos criando as Upas Especialidades, que na rotina, são muito necessárias à população que precisa de especialistas”, explicou Eduardo, garantindo que, até dezembro, assinará edital de licitação para construção de uma unidade da UpaE no município.

A unidade do Samu em Carpina conta com uma ambulância de suporte básico e um veículo avançado, equipado com UTI. Para cada ambulância básica, que fica responsável pelo atendimento apenas do município de origem, o Estado repassa R$ 6,2 mil para custeio. Já no caso da avançada, R$ 19,2 mil.


Além de Carpina, a UTI móvel beneficiará Buenos Aires, Lagoa do Carro, Lagoa de Itaenga, Nazaré da Mata, Paudalho e Vicência. Atualmente, Pernambuco conta com 186 ambulâncias do Samu 192, sendo 160 básicas e 26 avançadas. Somente neste ano, foram entregues 82 veículos. Até o final de 2013, ainda serão entregues outras 65 ambulâncias.

ESTRADA – Na passagem por Carpina, o governador Eduardo Campos também vistoriou as obras da duplicação da BR-408. “É uma obra importante para o ciclo de crescimento econômico, para atrair investimentos para região que gerem emprego e oportunidade de trabalho, ao lado do que está acontecendo em Goiana, puxar para Carpina as novas indústrias que estão chegando”, justificou Eduardo.


Subscribe
Notify of

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments