A rodovia é uma das principais rotas da malha viária e liga as cidades de Pesqueira e Poção

Foi iniciado, na terça-feira (11/8), o trabalho de manutenção asfáltica na PE-197, uma das principais rodovias da malha viária pernambucana, entre os municípios de Pesqueira e Poção. O serviço de requalificação vai acontecer em 25,8 quilômetros de extensão, o que vai levar mais mobilidade e segurança aos condutores que precisam circular pela via diariamente, além de diminuir o tempo da viagem. A ação está sendo realizada por uma equipe técnica do Departamento de Estradas de Rodagem (DER) e possui a previsão de conclusão de 45 dias.

A intervenção integra as ações do Programa Caminhos de Pernambuco, que foi lançado em maio de 2019 e alcançou a marca de 2.275 quilômetros de rodovias estaduais reestruturada em um ano de ação. Até 2022, o programa irá recuperados 5.554,5 km de vias em todas as regiões com o investimento de R$ 505 milhões. O foco está nos serviços de capinação, desobstrução dos dispositivos de drenagem, requalificação asfáltica, além de sinalização vertical e horizontal.

Gonzaga Patriota ressalta protagonismo de Eduardo Campos e Miguel Arraes na política pernambucana

A trajetória política de Eduardo Campos e Miguel Arraes foi lembrada, nesta quinta-feira (13), pelo deputado federal Gonzaga Patriota (PSB). O parlamentar fez uma homenagem à memória desses dois políticos pernambucanos e destacou o legado deixado por ambos, principalmente para Pernambuco. Para Patriota, Eduardo Campos foi um dos mais preparados líderes políticos do Brasil.

Nesta quinta-feira (13), data em que o Brasil perdeu o ex-governador de Pernambuco e ex-presidente do PSB Eduardo Campos,  traz à memória o legado deixado pelo socialista que foi um dos mais preparados líderes políticos do Brasil. No momento em que o país supera a triste marca das 100 mil mortes, causadas pela gestão catastrófica do governo Bolsonaro diante da crise da pandemia de coronavírus, o exemplo de Eduardo de luta por uma sociedade mais justa e sua expectativa de ver um Brasil melhor servem de inspiração aos que não desistem de buscar dias melhores”, comenta.

Gonzaga Patriota afirmou que Eduardo Campos foi protagonista na implantação de um modelo de gestão que teve como resultado programas sociais eficientes e reconhecidos internacionalmente.

No governo de Pernambuco, Eduardo Campos implantou uma agenda progressista na área social, invertendo prioridades do Estado, e garantindo alto impacto social com programas como o Pacto pela Vida, o Mãe Coruja Pernambucana, o Todos por Pernambuco e o Chapéu de Palha Mulher. Os três últimos reconhecidos internacionalmente. Mas foi a educação pública sua contribuição política mais relevante, com recordes de investimento e iniciativas inovadoras no país como a remuneração extra aos professores que obtivessem melhor desempenho de seus alunos”, lembra o deputado que destacou também que o empenho do ex-governador transformou a educação do Estado.

O fato de hoje Pernambuco contar com a maior rede de educação em tempo integral do Brasil e liderar nacionalmente no critério de horas/aula, com média de 5,6h por dia, é outro resultado do empenho de Eduardo Campos em proporcionar uma educação pública de qualidade em seu Estado. A Educação Integral em Pernambuco tornou-se Política Pública de Estado em 2008”, disse.

Então candidato à Presidência da República, Eduardo faleceu aos 49 anos, em um acidente aéreo, em Santos, no mesmo dia da morte do seu avô, Miguel Arraes, que também governou o Estado. Arraes faleceu aos 88 anos, em 2005, no Recife, em decorrência de um choque séptico causado por infecção respiratória, agravada por insuficiência renal.

O deputado recordou a história de Miguel Arraes e ressaltou que o ex-governador foi o responsável pela criação do Partido Socialista Brasileiro (PSB)

Miguel Arraes de Alencar, de 88 anos, nasceu em Araripe, no Ceará. Filho de pequenos agricultores estudou direito no Rio de Janeiro, mas concluiu o curso no Recife. Começou a carreira política em 1947, como secretário da Fazenda de Pernambuco. Três anos depois, foi eleito deputado estadual pelo Partido Social Democrático. Em 1964, Arraes foi cassado e preso pelos militares e se exilou na Argélia. Só voltou ao Brasil em 1979 com a lei da anistia. Em 1982, foi eleito deputado federal. Quatro anos depois, governador de Pernambuco, pela segunda vez. Em 1990, deixou o PMDB e criou o Partido Socialista Brasileiro. De 1994 a 1998 governou o estado de Pernambuco, pela terceira vez. Pernambuco jamais esquecerá esses filhos ilustres que muito fizeram pelo seu povo”, conclui.

Fernando Filho defende preservação do teto de gastos

O deputado federal Fernando Filho (DEM-PE) defendeu nesta quinta-feira (13) a manutenção do teto de gastos e o equilíbrio das contas públicas. Segundo ele, a retomada da economia vai exigir investimentos públicos, mas sem “furar o teto”. “A conquista do teto de gastos é algo importante. Defendo um programa de investimentos públicos para a retomada da economia, mas de maneira que não fure o teto de gastos, para que aquela cultura da disciplina e do equilíbrio das contas não fique de lado”, afirmou o deputado durante entrevista nesta quinta.

Fernando Filho também avaliou as medidas de enfrentamento à pandemia do coronavírus adotadas pelo governo federal, citando o auxílio emergencial de R$ 600,00 para a população vulnerável e o socorro a estados e municípios como ações decisivas para minimizar os impactos sociais e econômicos. “Ninguém acertou em 100% na forma de combater a pandemia, porque é uma coisa inédita. Mas é inegável que o presidente da República teve a sensibilidade de adotar medidas fundamentais, sobretudo, para os mais vulneráveis.”

O democrata voltou a criticar a disseminação de fake news sobre a prorrogação do auxílio emergencial após a votação, na Câmara dos Deputados, de projeto de lei para proibir o bloqueio do benefício para o pagamento de dívidas. “Nós não votamos contra a prorrogação do auxílio emergencial. Isso é gente tentando tirar proveito porque ainda não aceitou que o presidente Bolsonaro deu três vezes mais dinheiro que o Bolsa Família para 65 milhões de pessoas. E vão ficar com mais dor de cotovelo ainda, porque o governo está preparando o Renda Brasil. Não vai ser do tamanho do auxílio emergencial, mas será maior que o Bolsa Família.”

Coluna do Finfa

Assinou – O prefeito de Serra Talhda, Luciano Duque, assinou ontem (12), o convênio para tratar da Assistência Técnica à assentamento rurais. Segundo Duque, em contato com este blogueiro, a partir de agora eles serão acompanhados pelo Governo Municipal.“Serra Talhda conta com cerca de 20 assentamentos e mais de 800 assentados”, finalizou o prefeito.

Entregou – A Prefeitura de São Caetano, através da Secretaria de Assistência Social e em parceria com o Governo Estadual, buscando atender às famílias em situação de insegurança alimentar e nutricional; realizou a entrega de quase 2.000 cestas básicas, Kits de alimentos da Agricultura Familiar e Máscaras de Proteção, através de listagem do Cadastro Único /Bolsa Família.Segundo o vice-prefeito Caio Braga, as ações são parte das medidas de enfrentamento à Covid-19, em diversos territórios na Cidade, Zona Rural e Comunidade Quilombolas do nosso município.

Inaugura – O prefeito de Custódia, Emmanuel Fernandes (Manuca), estará entregando nesta sexta-feira (14), a nova Unidade de Saúde da Familiar (USF), Parque Dona Nita. O evento de inauguração será às 18 horas.

Você sabia – Que Pernambuco completou, nesta quarta-feira (12), cinco meses da confirmação dos dois primeiros casos da Covid-19 no Estado. Desde maio, os principais indicadores da pandemia vêm registrando uma queda, que se acentuou nas últimas duas semanas. Números de casos, óbitos e demanda por leitos de UTI voltaram, na semana passada, aos patamares da primeira quinzena do mês de abril, quando a pandemia ainda não havia iniciado a fase de aceleração no Estado. O governador Paulo Câmara fez uma avaliação dos resultados alcançados pelo Estado ao longo destes cinco meses de combate ao novo coronavírus em Pernambuco.

Recebeu – A Prefeitura Municipal de Ingazeira recebeu neste mês de agosto R$ 100 mil creditados na conta do Fundo Municipal de Saúde pelo Ministério da Saúde, proveniente de emenda parlamentar do Deputado Federal Tadeu Alencar (PSB), para combater à Covid-19. A liberação do recurso saiu devido à articulação do advogado Roberto Morais e o vereador Argemiro Morais e o esforço do Prefeito Lino Morais, junto ao parlamen tar. “O recurso será aplicado na compra de equipamentos e medicamentos para enfrentamento da pandemia , no início de seu mandato, o deputado Tadeu Alencar, já havia beneficiado nosso munícipio com um ônibus do Programa Caminhos da escola”, disse o prefeito Lino.

Disse“A economia está reagindo, e nós aqui resolvemos então com essa reunião direcionar mais as nossas forças para o bem comum daquilo que todos nós defendemos”, disse Bolsonaro. “Respeitamos o teto dos gastos, queremos a responsabilidade fiscal, e o Brasil tem como realmente ser um daqueles países que melhor reagirá à questão da crise”. (Presidente Jair Bolsonaro, na noite desta quarta-feira (12), após reunião com os presidentes da Câmara e do Senado, ministros e parlamentares no Palácio da Alvorada)

Elegeu – A Comissão de Finanças da Alepe elegeu o deputado Aluísio Lessa – PSB (foto) como presidente. Ele sucederá no cargo o deputado Lucas Ramos (PSB), que se licenciou do mandato para assumir a Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação de Pernambuco (Secti-PE), antes chefiada por Lessa. Também nesta quarta (5), o colegiado definiu o calendário de tramitação e os relatores responsáveis por cada seção do Projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias (PLDO) 2021, que antecede o Projeto de Lei Orçamentária Anual (PLOA) e tem a função de estabelecer as metas e prioridades do Governo do Estado. A escolha do nome de Aluísio Lessa ocorreu em reunião extraordinária virtual conduzida pelo presidente em exercício do grupo parlamentar, deputado Antônio Moraes (PP).

Novo líder que passou por todos os últimos Governo – O deputado Ricardo Barros (PP-PR) afirmou nesta quarta-feira (12), em rede social, que será nomeado novo líder do governo Jair Bolsonaro na Câmara dos Deputados. Barros afirmou que a indicação deve ser oficializada na próxima terça (18), com a publicação do nome no “Diário Oficial da União”. Ligado ao Centrão, Barros deve substituir o atual líder do governo, Vitor Hugo (PSL-GO). Barros ja foi líder do Governo Fernando Henrique,vice-lider de Lula e Dilma Rousseff e foi Ministro de Temer.

Perguntar não ofende – O que o governador Paulo Câmara, resolveu sobre o PT em Recife, após se reunir com o Presidente Nacional do PSB, Carlos Santana e João Campos ontem em Brasília?

Mais uma Escola Municipal ganha Laboratório de Robótica em Afogados da Ingazeira

A Prefeitura de Afogados da Ingazeira entregou nesta quarta (12), mais um laboratório de robótica, dessa vez na Escola Municipal Maria Gizelda Simões. Os kits contem softwares para computadores, cadernos de atividades, equipamentos de conexão USB, cabos de conexão eletrônica, placas de sistema, placas para display e peças em Lego para a criação de projetos em robótica. também foram entregues livros de atividades para as aulas teóricas.

A entrega foi feita pelo vice-prefeito Alessandro Palmeira e pela Secretária Municipal de Educação, Veratânia Moraes, aos gestores e professores da Escola. Segundo Alessandro Palmeira, não é a toa que Afogados tem sido relacionada nos últimos entre as dez melhores de Pernambuco. “Ações como essa são muito gratificantes e apontam o caminho que estamos trilhando de qualificar ainda mais o ensino que oferecemos às nossas crianças e jovens. O conhecimento, a educação, é um legado que permanece para além do tempo,” destacou o vice-prefeito de Afogados, Alessandro Palmeira.

Além da Escola Maria Giselda, a Prefeitura já entregou equipamentos para laboratório de robótica nas Escolas Dom Mota e Padre Carlos Cottart. Mais escolas receberão kits nos próximos dias. A perspectiva, só nas três primeiras escolas, é que as atividades de robótica beneficiem quase mil e seiscentos alunos. No final de Agosto, 67 professores da rede municipal passarão por capacitação específica para atuar nos laboratórios e em sala de aula.

“Não sou a favor da volta às aulas”, diz deputado Professor Paulo Dutra

Durante a audiência pública da comissão de educação e cultura da ALEPE que debateu os caminhos para a volta às aulas em Pernambuco, o deputado estadual Professor Paulo Dutra (PSB) posicionou-se contrário ao retorno imediato das aulas no Estado. O parlamentar esclareceu que sua sugestão para a utilização do ensino híbrido, que mescla atividades presenciais e remotas, nos anos finais (5º e 9° anos do Ens. Fundamental e 3° ano do Ens. Médio, EJA e Subsequente) é uma alternativa para o caso de o Governo do Estado decidir pelo retorno ainda em 2020.

“Eu não sou a favor da volta às aulas, é preciso esclarecer isso. Mas, no caso da decisão do governo do Estado por uma volta, nós sugerimos que apenas os estudantes dos anos finais voltem por meio do ensino híbrido, seguindo os protocolos de segurança estabelecidos. Os demais anos devem permanecer de forma remota. Eu sou um grande defensor da EAD, do ensino remoto… Tanto que nossa proposta é deixar de se avaliar esse estudante no final de 2020 e avaliar apenas em 2021. Nossa proposta é se fazer 2020 e 2021 em um ano só. De forma alguma nos posicionamos a favor da volta às aulas, mas em voltando, devemos diminuir ao máximo o número de educandos e professores nas salas de aula”, disse Professor Paulo Dutra.

A audiência solicitada pelo próprio socialista, que é vice-presidente da comissão de educação e cultura, contou com a presença do secretário de Educação, Fred Amâncio; o secretário de Saúde, André Longo; o presidente do SINTEPE, Fernando Melo; o presidente do SINEPE, José Ricardo Diniz; o presidente da UESPE, Evandro José; o representante do Conselho de Educação, Arthur Senna; a professora do departamento de estatística da UFPE, Cristina Raposo; o representante do movimento Juntos Pela Educação, Daniel Max; a coordenadora do Fórum Estadual de Educação, Márcia Ângela; e o presidente do SINPRO, Helmilton Bezerra. As considerações a favor e contrárias à volta às aulas serão compiladas em um relatório e enviadas para o governador Paulo Câmara. “Solicitamos essa reunião por entendermos que o momento exige muito diálogo antes que qualquer decisão seja tomada sobre o retorno de educandos e educadores às escolas”, finalizou Dutra.

Serra Talhada chega a 2.540 casos positivados de Covid-19

A Secretaria de Saúde de Serra Talhada informa que foram registrados 48 novos casos positivos de Covid-19 nas últimas 24h, totalizando 2.540 casos confirmados. São 19 pacientes do sexo masculino e 29 do sexo feminino, com idades entre 06 e 77 anos. .

Foram registrados mais 02 óbitos pela doença. O primeiro paciente era idoso, 96 anos, morador do São Cristóvão; estava internado e faleceu no último sábado, dia 08; o segundo óbito é de uma paciente de 52 anos, sem comorbidades, moradora da Malhada, que faleceu na segunda-feira, dia 10.

São 118 casos suspeitos aguardando resultados de exames e 9.038 casos descartados. Quanto à evolução dos casos confirmados, são 2.120 pacientes recuperados, 377 em tratamento domiciliar, 09 em leitos de internamento e 34 óbitos.Em relação aos profissionais de saúde contaminados, 82 estão recuperados e 25 em isolamento.

O boletim diário, portanto, fica com 2.540 casos confirmados, 118 casos suspeitos,  2.120 recuperados 9.038 descartados e 34 óbitos.

 

Calumbi-PE registra 115 casos confirmados de Covid-19

A Secretaria de Saúde Calumbi atualizou nesta Quarta-feira (12/08/2020), o boletim epidemiológico da covid – 19 no Município.

Hoje realizamos mais 03 novas notificações.

Já agora a noite o laboratório LACEN deu retorno do Swab coletado no nosso município, o mesmo teve resultado NEGATIVO, automaticamente o caso é descartado.

Permanecemos com 115 casos confirmados, sendo 98 casos recuperados e 50 casos descartados.

Seguimos o monitoramento dos casos e reforçamos o pedido…

UFPE comprova importância do auxílio emergencial e mostra que o Renda Brasil é fundamental, diz Eduardo da Fonte

O deputado federal Eduardo da Fonte (PP) destacou pontos de um estudo da Universidade Federal de Pernambuco para defender a implantação do Renda Brasil. O parlamentar é autor do PL 3023/20, que cria um programa social permanente de distribuição de renda, mesmo após o fim da pandemia, e pode servir como base para o Renda Brasil.

“A pesquisa deixou claro que o auxílio emergencial chegou aos lares de quem precisa. Ajudou na retomada econômica e teve impacto de até 25% no PIB de alguns municípios. Tenho certeza que o Renda Brasil vai trazer mais justiça social e o nosso trabalho é em prol da implantação do programa”, afirmou Eduardo da Fonte.

Segundo dados da pesquisa, as regiões Norte e Nordeste tiveram maior impacto com o recebimento do benefício. Eduardo da Fonte também é autor do PL 2550/20, que propõe a prorrogação do auxílio emergencial.

João Campos quer extensão da Licença-Maternidade até o fim da pandemia

O deputado federal João Campos (PSB-PE) é um dos autores do Projeto de Lei 3913/2020, que amplia o período da licença-maternidade até 31 de dezembro, quando se encerra o estado de calamidade pública. Atualmente, quando se expira o prazo do benefício, a mulher tem que obrigatoriamente retomar as suas atividades de trabalho.

“Com a indefinição sobre quando se dará a reabertura de creches e berçários, precisamos garantir o bem-estar dessas crianças e o retorno ao trabalho de suas mães com mais segurança”, ressaltou João, esclarecendo que muitas mães não podem abrir mão de seus trabalhos e renda própria para garantir maior atenção aos filhos e evitar o risco de contágio entre eles durante a pandemia.

Para o caso das mães que terminam por acumular o emprego e cuidado com a criança, com o Brasil vivendo em estado de calamidade pública em meio à covid-19, o retorno delas ao trabalho passaria pelo risco iminente da contaminação pelo novo coronavírus. “Estamos falando de vidas que estarão em pleno risco se a volta ao trabalho ocorrer nessas condições”, enfatizou o parlamentar.

De acordo com a proposta, a extensão da licença-maternidade será aplicada para servidoras e empregadas públicas federais, estaduais e municipais, além de trabalhadoras da iniciativa privada. O texto também define que a ampliação do benefício valerá para trabalhadoras com a licença encerrada após a publicação do decreto n° 6 de 2020, que, em 20 de março, instituiu o estado de calamidade pública.

Os valores necessários para os pagamentos do período de prorrogação da licença-maternidade serão custeados com recursos do orçamento da seguridade social ou pelo poder público, no caso das servidoras. “ Há casos de grandes cidades brasileiras em que uma a cada 5 mães cuidam dos filhos sem ajuda de ninguém. Então, para que essas mães tenham, por exemplo, o direito à amamentação assegurado sem correr o risco de contaminarem os bebês, elas precisam estar mais tempo em casa, resguardadas”, concluiu João Campos.

REGRA ATUAL PARA A LICENÇA-MATERNIDADE

Atualmente, a licença-maternidade é de 120 dias, segundo a Consolidação das Leis do Trabalho. Já a Lei 11.770/08, que instituiu o Empresa Cidadã, com incentivo fiscal àqueles que aderirem a este programa, prorroga o benefício para 180 dias.