Home » Sem categoria » “MAIS DIAS MENOS DIAS”, VEREMOS REALIZADOS O SONHO DE MUITOS

“MAIS DIAS MENOS DIAS”, VEREMOS REALIZADOS O SONHO DE MUITOS

Em contato mantido com o pessoal do DNOCS, recebemos as informações de que, reiniciar-se-ão, na próxima segunda feira, os trabalhos na Barragem de Ingazeira. Sempre na expectativa do reinício e pelo reconhecimento do órgão no nosso interesse de ver tal obra concluída, ontem (14), às 13h:30m recebi um telefonema de que poderia afirmar a continuidade da construção da obra.

Numa matéria publicada neste blog, citei de que alguns políticos (gestores) “pouco ou quase nada fizeram em prol da Barragem de Ingazeira”, o que veio causar o certo desconforto aos ilustres políticos e prefeitos da região, especificamente, os que margeiam a Barragem de Ingazeira. Já vi alguns participando de reuniões, no entanto, reconhece-se o empolgamento de quem tem efetivo interesse na obra e os que lá se fazem presentes apenas para constar seus nomes em Atas e pousarem para fotografias. Nada mais!

A Barragem de Ingazeira não deixará jamais de ser uma luta de todos, fato de que a produção e desenvolvimento que aportará na região, fortalecendo a nossa economia, fazendo propulsar nos corações de todos nós o bem estar social advindo das benesses que essa obra reverterá em benefício do Alto Pajeú.

As idas e vindas na construção da Barragem de Ingazeira tem uma história de lutas e desejos patrocinados inicialmente pelo ex prefeito Vitalino Patriota, Zé Marcos de Lima, Inocêncio Oliveira, Gonzaga Patriota, Luciano Torres, Fernando Filho, Fernando Bezerra, Vereadores da região(em pequeno número) e algumas outras lideranças regional. Nós, que em 2.000 abraçamos essa causa, portanto há 17 anos, nunca, em momento algum, perdemos a esperança ou deixamos de bater as portas dos órgãos e pessoas competentes para que tal sonho viesse a se tornar realidade. Iremos até o fim, com vontade e perseverança de ver frutificar uma luta longa, mas, valiosa em defesa do povo. (Portal: Joel Tribuna do Povo)


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *